• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Gabrielle Cristina Baumann Salvatto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Ferroni, Roberta (Presidente)
Kuinghttons, Monica Ferreira Mayrink O'
Maggio, Giliola
Margonari, Denise Maria
Título em português
Abordagem autobiográfica no ensino de italiano LE para a terceira idade: uma proposta junto à UNATI
Palavras-chave em português
Abordagem autobiográfica
Ensino-aprendizagem de italiano
Língua estrangeira
Material didático
Terceira idade
Resumo em português
A expectativa de vida tem aumentado consideravelmente, reconfigurando a sociedade e fazendo crescer o número de idosos que buscam aprender algo novo. Esse panorama possibilitou o surgimento das UNATI (Universidades Abertas à Terceira Idade), nas quais professors oferecem voluntariamente diversos cursos livres, incluindo línguas estrangeiras (LE) aos idosos. Versaremos, neste trabalho, sobre o ensino-aprendizagem de italiano LE na unidade da UNATI da cidadeAraraquara/SP. Buscamos oferecer uma oficina denominada Raccontarsi, às turmas de italiano LE já existentes, na qual associamos autobiografia ao ensino-aprendizagem de LE para a Terceira Idade. Nossa escolha pela abordagem autobiográfica se justifica pelo fato de julgarmos que aprender uma LE é também conhecer mais de si mesmo e reconhecr que o percurso que trouxe o aluno até o ponto em que ele se encontra é importante no processo de aprendizagem. Consideramos, assim, o ato de raccontasi como uma produção que propicia visão cuidadosa ao passado, mas também ao presente e ao que ainda se poderá viver e aprender. Ao fazer referência às memórias de cada um, valorize-se o contexto e as características dos estudantes. Organizamos o material em Unidades de Trabalho que permitissem por meio de diferentes etapas que os alunos traçassem linhas do tempo e suas histórias de vida, visando a torna-los sujeitos ativos do processo de aprendizagem, oferecendo possibilidades de se expressarem utilizando a língua italiana, e considerando as singularidades de cada estudante no grupo. A coleta dos dados foi realizada por meio de a) autobiografias linguísticas dos alunos no início do trabalho, b) autobiografias de aprendizagem escritas no decorrer das aulas e c) entrevista com grupo focal realizada ao fim da oficina. A análise, realizada pela triangulação dos dados coletados, considerando o ponto de vista da professora e dos alunos, por meio de tópicos-chave para a compreensão deste trabalho, indicou que por meio das produções autobiográficas realizadas ao longo dos percursos propostos nas Unidades de Trabalho, foi possível invocar, refazer e ressignificar o conhecimento da língua italiana e, também, fortalecer os laços entre os participantes do grupo e o autoconhecimento.
Título em inglês
Autobiography approach in Italian teaching, foreign language to senior: a proposal with UNATI
Palavras-chave em inglês
Autobiographical approach
Courseware
Foreign language
Senior
Teaching- learning Italian
Resumo em inglês
Life expectancy has increased considerably, reconfiguring society and increasing the number o folder people seeking to learn something new. This scenario allowed the emergence of UNATI (Open Universities to the Third Age), in which teachers volunteer several free courses, including foreign languages (FL) to the elderly. In this paper, we will discuss the teaching and learning of Italian FL in the UNATI unit in the city of Araraquara, state of São Paulo. We seek to offer a workshop, which we call Raccontarsi, to the existing Italian FL classes, in which we associate autobiography with LE teaching and learning for the elderly. Our choice for the autobiographical approach is justified by the fact that learning an FL is also to know more about oneself and to recognize that the course that has brought the student to the point where he/she is is important in the learning process. We thus consider the act of raccontarsi a production that provides a careful view not only of the past, but also of the present and of what can still be lived and learned. When referring to the memories of each student, the context, and the characteristics of the students are valued. We organized the material in Work Units, which could allow through different stages the students to draw their life story and timeline, aiming to place them as active subjects of their learning process, offering possibilities of expressing themselves using the Italian language, and considering the singularities of each student within the group. Data collection was carried out by means of a) autobiographies of the students at the beginning of the work, b) autobiographies of learning, written in the course of the classes, and c) interview with a focus group at the end of the workshop. The analysis performed through the triangulation of the data collected, considering the point of view of the teacher and the students, through topics which were essential to understand this work indicated that, through the autobiographical productions carried out along the courses proposed in the Units, it was possible to strengthen the bonds within the group, and self-knowledge.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.