• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-29112018-111907
Documento
Autor
Nome completo
Roberta Fabbri Viscardi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Soares, Marcos Cesar de Paula (Presidente)
Bitencourt, Gabriela Siqueira
Cevasco, Maria Elisa Burgos Pereira da Silva
Gonçalves, Marcos Tadeu Fabris
Guirau, Marcelo Cizaurre
Título em português
Narração e processo social em O Grande Gatsby e Suave É a Noite de F. Scott Fitzgerald
Palavras-chave em português
F. Scott Fitzgerald
Foco narrativo
Literatura e sociedade
Literatura Norte-americana
Modernismo
Resumo em português
A obra literária de F. Scott Fitzgerald pode ser entendida como um enfrentamento do paradoxo da narração apontado por Theodor Adorno, decorrente da desintegração do sentido da experiência e da consequente impossibilidade de sua articulação objetiva por parte de quem a experiencia. A figuração que Fitzgerald faz da sociedade norte-americana da década de 1920 é formalizada em O Grande Gatsby (1925) e Suave É a Noite (1934) por meio da incorporação da tradição literária que antecede sua obra, bem como de técnicas do cinema mudo e sonoro e do modernismo europeu. Com isso, Fitzgerald visa evidenciar, em ambos os romances, a falsidade da ideologia do sonho americano. Uma vez que O Grande Gatsby e Suave É a Noite foram publicados antes e depois da crise econômica de 1929, respectivamente, o autor figura sob dois pontos de vista distintos a década de 1920, a fim de mostrar que tal crise revela que o empreendimento individual não é o meio para alcançar o sonho americano, mas apenas uma engrenagem no funcionamento contraditório do capitalismo.
Título em inglês
Narration and social process in The Great Gatsby and Tender Is the Night by F. Scott Fitzgerald
Palavras-chave em inglês
American Literature
F. Scott Fitzgerald
Literature and society
Modernism
Point of view
Resumo em inglês
F. Scott Fitzgeralds novels may be read as a confrontation of the paradox that defines the position of the narrator, as theorized by Theodor Adorno, resulted from the disintegration of the sense of experience and the consequent impossibility of its objective articulation on the part of those who experience it. Fitzgeralds figuration of the American society of the 1920s is formalized in The Great Gatsby (1925) and in Tender Is the Night (1934) via the incorporation of the literary tradition that precedes his work, as well as silent and sound film and modernist techniques. Thereby, Fitzgerald aims to expose in both of these novels the falseness of the ideology of the American dream. Since The Great Gatsby and Tender Is the Night were published before and after the economic crisis of 1929 respectively, Fitzgerald represents the 1920s from two distinct points of view in order to highlight the fact that such crisis reveals that the individual enterprise is not the means to achieve the American dream but only a part in the contradictory operation of the machinery of capitalism
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.