• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-28082018-133114
Documento
Autor
Nome completo
Fernando da Silva Pardo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Mór, Walkyria Maria Monte (Presidente)
Duboc, Ana Paula Martinez
Mizan, Souzana
Rocha, Claudia Hilsdorf
Título em português
Ensino de línguas, letramentos e desenvolvimento crítico na escola pública: observações e auto-observações
Palavras-chave em português
Autoetnografia
Ensino de língua inglesa
Ensino Fundamental I
Escola pública
Letramentos
Resumo em português
Esta pesquisa lançou mão da autoetnografia, viés metodológico que transita entre a etnografia e a autobiografia, por meio de observações e auto-observações, para investigar em que medida as teorias de Letramentos (KALANTZIS; COPE 2000, 2008a, LANKSHEAR; KNOBEL, 2003, 2006, 2013, KRESS, 2003, 2010, GEE, 2004) se adequam ou não ao ensino de inglês nos anos iniciais do Ensino Fundamental-I público, em uma escola da periferia do município de Osasco, na grande São Paulo. Buscou-se, assim, analisar uma proposta pedagógico-educacional orientada pelas referidas teorias, elaborada pelo pesquisador e implementada na escola investigada. O foco de observação e análise foi o desenvolvimento do senso crítico, no que tange aos alunos, e também as estratégias para o ensino de inglês e a atuação do professor-pesquisador nesta proposta. Objetivou-se examinar as epistemologias relacionadas às visões de ensino de língua deste contexto, bem como problematizar outras maneiras de se abordar o ensino da língua inglesa de forma crítica que levassem em conta as características específicas dos indivíduos e do contexto investigado. Considerando-se a existência de graves problemas, tais como a escassez de recursos didáticos e tecnológicos, a falta de espaços adequados para as práticas pedagógicas, o número excessivo de alunos por sala de aula e diversas outras questões de ordem econômica e social, a hipótese levantada é que tais fatores não seriam impedimentos para o desenvolvimento de práticas com um enfoque mais situado, promovendo um ensino plural, pautado na diversidade presente na escola pública, a fim de promover a agência dos alunos e uma educação mais crítica. Constatou-se, a partir da literatura consultada e da análise das orientações curriculares municipais, que as habilidades tradicionalmente trabalhadas no Ensino Fundamental-I público não levam em conta os novos paradigmas da comunicação e da educação. Além disso, a análise dos dados demonstrou haver certa desatualização pedagógica no campo investigado, bem como uma distância entre as práticas observadas e as orientações curriculares que existem atualmente. Finalmente, a tese defendida neste trabalho é a de que, para o desenvolvimento de propostas pedagógico-educacionais orientadas pelas teorias de Letramentos no Ensino Fundamental-I público, é importante considerar, sobretudo, o contexto dos sujeitos, da escola e da comunidade em que as práticas ocorrem. Acrescenta-se que o emprego de recursos de tecnologia digital não é imprescindível para o desenvolvimento da cidadania, da agência e da diversidade no contexto investigado.
Título em inglês
Language teaching, literacies and critical development in public schools: observations and self-observations
Palavras-chave em inglês
Autoethnography
Elementary school
English language teaching
Literacies
Public school
Resumo em inglês
This research resorted to autoethnography as a methodological perspective that transits across the ethnography and the biography, through observations and selfobservations, in order to investigate to what extent Literacies theories (KALANTZIS; COPE 2000, 2008a, LANKSHEAR; KNOBEL, 2003, 2006, 2013, KRESS, 2003, 2010, GEE, 2004) suit or not the teaching of English in the early years of Elementary School, in a school located in the outskirts of Osasco, in São Paulo. The study looked at a pedagogical/educational proposal guided by the referred theories, developed by the researcher and implemented in the aforementioned school. The focus of the analysis was the development of the critical sense, as regards the students; the strategies for the teaching of English; and the performance of the teacher/researcher in this proposal. Some of the main objectives were to examine the epistemologies related to the conceptions of language teaching in this context and to problematize other manners to approach the English language teaching in a critical way in view of the peculiar characteristics of the individuals and the field. Considering the existence of serious issues, such as the lack of didactical and technological resources, the lack of suitable spaces for the pedagogical practices, the large number of students per class and several other economic and social problems, the working hypothesis assumes that these issues do not impede the development of situated practices. These practices aimed to develop a plural teaching based on the diversity that takes place in the public school in order to promote the students' agency and a critical education. Based on the theoretical framework consulted and the municipal curricular guidelines, the study verified that the skills traditionally worked in Elementary School do not take into account the new paradigms of communication and education. The data analysis demonstrated that the field was pedagogically outdated. Besides, there was a certain distance between the observed practices and the current curricular guidelines. Finally, we came to the conclusion that in order to develop pedagogical/educational proposals guided by Literacy theories in public Elementary School it is important to consider the context of the individuals as well as the context of the school and the community where the practices occur. Also, in the context investigated the use of digital technologies is not indispensable in order to develop concepts such as citizenship, agency and diversity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-08-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.