• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2012.tde-28022013-124308
Documento
Autor
Nome completo
Solange de Almeida Grossi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Soares, Marcos Cesar de Paula (Presidente)
Defina, Mayumi Denise Senoi Ilari
Lusvarghi, Luiza Cristina
Morelli, Adriana Fernandes
Puglia, Daniel
Título em português
As possibilidades não-realizadas em Assassinato em Gosford Park, de Robert Altman
Palavras-chave em português
Cinema
Classes sociais
Cultura
Reino Unido
Violência
Resumo em português
O objetivo desta tese é apresentar como se dão as relações entre capital, militarismo, luta de classes e indústria cultural no filme Assassinato em Gosford Park, de Robert Altman (2001). Contextualizada no ano de 1932, a obra a princípio pareceria lidar exclusivamente com o Reino Unido; mais especificamente, com as relações entre duas classes sociais (gentry e classe trabalhadora). Entretanto, a inserção de elementos complicadores (a saber: um produtor de Hollywood; um ator, também norte-americano, que se passa por empregado escocês; e um ídolo das matinês, Ivor Novello, único personagem baseado numa figura real) na narrativa fílmica parece não permitir a interpretação de que tudo se resume apenas ao âmbito sóciocultural Britânico. São abarcadas não só considerações acerca da influência da indústria cultural (sobretudo a norte-americana) nas classes sociais ali figuradas, como também reflexões sobre as possibilidades mais progressistas de uso deste mesmo aparato técnico (o cinematográfico).
Título em inglês
The unaccomplished possibilities in Gosford Park, by Robert Altman
Palavras-chave em inglês
Cinema
Culture
Social classes
United Kingdom
Violence
Resumo em inglês
This thesis aims to present how the relationships between capital, militarism, social struggle and the culture industry are dealt within Robert Altmans Gosford Park (2001). Set in 1932, the film would at first glance seem to deal exclusively with the United Kingdom; more especifically, with the relationships between two social classes (gentry and the working class). However, the insertion of complicating factors (namely, a Hollywood producer; an American actor pretending to be a Scottish valet, and matinée idol Ivor Novello the sole character based on a real historic figure) in the filmic narrative seems to disallow the interpretation that it all comes down to the British socio-cultural scope. The film extends its considerations not only to embrace the influences of the (American) culture industry upon the social classes portrayed, but also to point to more progressive possibilities of use regarding the cinematographic apparatus.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-02-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.