• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2008.tde-26012009-105802
Documento
Autor
Nome completo
José Adjailson Uchôa Fernandes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Passos, Deusa Maria de Souza Pinheiro (Presidente)
Schwartz, Gilson
Souza, Lynn Mario Trindade Menezes de
Título em português
Jogos de (se) mostrar/dizer: o sujeito e os discursos sobre a língua inglesa na rede social orkut
Palavras-chave em português
Discurso
Ensino-aprendizagem de línguas estrangeiras
Identidade
Redes sociais
Semântica histórica da enunciação
Resumo em português
As redes sociais têm-se tornado muito populares. No caso específico do Brasil, essa popularidade se tornou notória após o advento do orkut. Essas redes constituem um importante espaço para a produção de textos a respeito de temas diversos. A navegação por esta rede social nos chamou a atenção para a vasta presença de comunidades cuja nomenclatura remetia a posições extremas, principalmente, as de amor e ódio por algo ou alguém. Com base nessa tendência, delimitamos o corpus a partir de duas comunidades com temas iguais e antagônicas quanto à nomenclatura. São elas: eu amo Inglês e eu ODEIO Inglês. Os enunciados coletados foram produzidos entre os dias 30/07/2006 e 28/11/2006. Por ser uma rede na qual está colocada a possibilidade do anonimato e/ou a criação de perfis de usuários fictícios (fakes), nossa hipótese foi a de que estas características poderiam causar certo efeito de liberdade no tocante aos modos de dizer nesse contexto. Apoiados nas teorias sobre o discurso, o sujeito e sua relação com a linguagem, bem como, na Semântica Histórica da Enunciação (Guimarães, 2002) e em estudiosos do ciberespaço, buscamos analisar os enunciados produzidos no interior dessas comunidades em busca de pistas a respeito do sujeito e dos modos de dizer inerentes a esta mídia, mais especificamente, os dizeres sobre a língua inglesa, seu processo de ensino-aprendizagem e da relação do sujeito que enuncia, tanto com a língua inglesa quanto com sua língua materna. A análise nos permitiu a observação de modos de dizer com forte tendência hiperbólica, tal qual a própria nomenclatura das comunidades analisadas. Foi ainda possível estabelecer considerações a respeito do sujeito desta rede, que parece se apresentar sob um caráter hedônico, bastante análogo ao sujeito do sujeito do consumo, ou seja, aquele que desconhece a falta, acredita tudo poder (CORACINI, 2006, p.149). Finalmente, pudemos estabelecer analogias entre o processo de ensino-aprendizagem de uma língua estrangeira e o processo de construção de um avatar, as quais nos permitiram analisar tanto os investimentos identitários quanto formas de resistência ao discurso hegemônico sobre a língua inglesa e seu papel na sociedade contemporânea.
Título em inglês
Games of (self) displaying / saying: the subject and the discourse about the English language in the social network orkut
Palavras-chave em inglês
Discourse
Foreign language teaching
Historic semantics of enunciation
Identity
Social networks
Resumo em inglês
Social networks have become very popular. In the specific case of Brazil, this popularity has become more evident after the advent of orkut. Such networks constitute an important setting for textual production regarding diverse themes. Surfing through this social network has drawn our attention to the vast proliferation of communities whose nomenclature makes reference to extreme positioning, mainly the ones named love and hate for something or someone. Based on this tendency, we decided to delimit the corpus by choosing two communities of equal themes and antagonistic positioning, namely: I love English and I HATE English. The utterances that constitute the corpus were produced from 07/30/2006 to 11/28/2006. Due to the possibility of anonymity and/or the creation of fictitious user profiles (fakes) in the network, our hypothesis is that these features could cause a certain effect of freedom regarding the modes of uttering in this context. Relying on theories regarding discourse, and the relations between the subject and language, as well as in Historic Semantics of Enunciation (Guimarães, 2002) and on thinkers about cyberspace, we analyze the utterances produced in the context of those communities in search of clues concerning the subject and the modes of uttering inherent to this media, specifically, those utterances related to the English language, its process of teaching-learning and the relationship of the subject that utters with the English language, as well as with its mother tongue. The analysis has enabled us to observe modes of uttering with a strong hyperbolic tendency, following the pattern of the names given to the communities. It was also possible to establish considerations regarding the subject of this network, which seems to be of a hedonic character, considerably analogous to the subject of the market, that is, that one that is unaware of the lack, and believes to be almighty (CORACINI, 2006, p.149). Finally, we could identify analogies between the processes of teaching-learning a foreign language and the construction of an avatar, which allowed us to analyze not only the identity investments, but also the forms of resistance to the hegemonic discourses concerning the English language and its role in contemporary society.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-01-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.