• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Lindberg Souza Campos Filho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Cevasco, Maria Elisa Burgos Pereira da Silva (Presidente)
Guirau, Marcelo Cizaurre
Soares, Marcos Cesar de Paula
Título em português
Estética modernista e patriarcado capitalista: um estudo sobre Orlando de Virginia Woolf
Palavras-chave em português
Modernismo
Patriarcado
Romance
Virginia Woolf
Resumo em português
O objetivo principal desta dissertação de mestrado é uma leitura do romance Orlando: A biography (1928) de Virginia Woolf a partir do levantamento de uma hipótese interpretativa do processo de construção do romance. Basicamente, procura-se investigar como acontece a seleção, organização e articulação dos materiais sociais e estéticos envolvidos na sua produção de modo a reconstruir momentos-chave da obra, bem como a propor códigos interpretativos. No primeiro capítulo há uma análise dos dispositivos formais que constituem a narração com intuito de revelar os conteúdos sócio-históricos que eles carregam. Já no capítulo dois identifica-se na dialética entre forma e conteúdo do romance duas formações ideológicas antagônicas: a figuração do patriarcado capitalista que organiza a experiência coletiva de maneira autoritária e da estética da modernização cultural que emerge em oposição à primeira. As considerações finais retomam os principais pontos trabalhados nos capítulos anteriores e propõem que o projeto de Woolf tematiza a amplitude da interioridade com o intuito de gerar uma compensação simbólica para crescente desumanização da vida no período entreguerras. Identifica-se, assim, ao menos duas linhas de força da narrativa modernista: uma que aposta na subjetivação e outra na objetivação do processo artístico. Esta dissertação propõe que Woolf se filia à primeira linhagem.
Título em inglês
Modernist Aesthetics and Capitalist Patriarchy: a Study of Virginia Woolfs Orlando
Palavras-chave em inglês
Modernism
Novel
Patriarchy
Virginia Woolf
Resumo em inglês
The central objective of this dissertation is a reading of the novel Orlando: A biography (1928) by Virginia Woolf from an interpretative hypothesis of its construction process. Basically, it seeks to investigate how the selection, organisation and articulation of the social and aesthetic materials involved in its production takes place, in a such a way that it is possible to reconstruct the work's key moments as well as to propose interpretative codes. In the first chapter there is an extensive analysis of the formal devices that constitute the narrative; in chapter two it is identified in the novel's dialectics of form and content two antagonist ideological formations: the figuration of capitalist patriarchy which organises colective experience in an authoritarian way and the aesthetic of cultural modernisation that rises in opposition to the former. Finally, in the conclusion, all the main points discussed in the previous chapters are summarized and it proposes that Woolf's project thematizes the human interiority's amplitude in order to create a symbolic compensation for the increasing dehumanization of social life in the interwar period. Thus, we identify two modernist paths: one that places centrality on subjectivization and another on objectivization of the artistic process. This dissertation supposes that Woolf belongs to the first lineage.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.