• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2006.tde-13082007-135430
Documento
Autor
Nome completo
Zoraide Rodrigues Carrasco de Mesquita
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Mutran, Munira Hamud (Presidente)
Betti, Maria Silvia
Murphy, Maureen O' Rourke
Pinto, Maria Cecilia Queiroz de Moraes
Tolentino, Magda Velloso Fernandes de
Título em português
Intertextualidade em quatro peças de Marina Carr
Palavras-chave em português
Alusão
Intertextualidade
Paródia
Reescritura
Travestimento
Resumo em português
Este trabalho examina modalidades intertextuais em quatro peças de Marina Carr - Low in the Dark (1989), The Mai (1994), By the Bog of Cats (1998) e Ariel (2002) -, tendo por objetivo mostrar que a obra da dramaturga, embora organicamente integrada na tradição dramatúrgica irlandesa, exibe um ponto de tensão entre o desejo de preservação de aspectos tradicionais do teatro irlandês e a rebeldia que se traduz na subversão de velhas fórmulas. Esses dois pólos entre os quais se situam as peças da dramaturga revelam-se através da paródia, da alusão, do travestimento e da reescritura, por um lado, e, por outro, através da mistura dos gêneros. As peças selecionadas evidenciam a trajetória percorrida por Marina Carr na medida em que ao mesmo tempo em que se afirmam como locais, lidam com temas que ultrapassam as fronteiras do nacional.
Título em inglês
Intertextuality in four plays by Marina Carr
Palavras-chave em inglês
Allusion
Intertextuality
Parody
Rewriting
Travesty
Resumo em inglês
This thesis examines modes of intertextuality in four plays by Marina Carr - Low in the Dark (1989), The Mai (1994), By the Bog of Cats (1998) and Ariel (2002) -, and aims at demonstrating that her theatre production, although organically integrated into the Irish drama tradition, presents a point of tension between the wish to cling to traditional features of Irish theatre and the rebellion against them. These two poles between which the playwright's work can be defined are revealed, on the one hand, through intertextual forms such as parody, allusion, travesty and rewriting and, on the other, by the mixture of genres. The chosen plays show evidence of Marina Carr's trajectory insofar as they present marks of Irishness and at the same time deal with themes that are not restricted to national problems.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-10-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.