• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Claudia Lupoli de Almeida
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Taille, Elizabeth Harkot de La (Presidente)
Barros, Diana Luz Pessoa de
Riolfi, Claudia Rosa
Título em português
A construção de identidade do aluno disléxico no ambiente de ensino e aprendizagem de língua inglesa
Palavras-chave em português
Dislexia
Ensino-aprendizagem
Identidade narrativa
Língua inglesa
Semiótica discursiva
Resumo em português
A dislexia é um transtorno genético, hereditário e de origem neurobiológica que compromete a capacidade de escrita e de leitura em graus que variam de indivíduo para indivíduo. As dificuldades iniciam-se já no período de alfabetização e acompanham o disléxico por toda a sua vida, uma vez que há tratamento, mas não cura. Entre os vários sintomas, está a dificuldade em aprender uma segunda língua. Tendo em vista que a língua inglesa é uma exigência escolar e, muito frequentemente, profissional, há uma grande necessidade de compreensão das questões que envolvem a aprendizagem do idioma e o portador de dislexia. Este trabalho trata da construção de identidade - como imagem de si - do aluno disléxico no ambiente de ensino e aprendizagem da língua inglesa; trata de como suas dificuldades, a postura das instituições de ensino, educadores e família agem e influenciam a maneira como ele se enxerga e age nesse contexto. Este estudo é realizado por meio de entrevistas semiestruturadas cujas análises foram feitas tendo como base a semiótica francesa. A entrevista cobre a vida escolar regular assim como a experiência do disléxico com a língua inglesa, pois o interesse deste trabalho é ter uma visão ampla da trajetória desse sujeito e não somente um recorte de um momento de sua vida. Os resultados revelam que o diagnóstico, acompanhado de uma aceitação interna do mesmo, a dinâmica de relacionamento do disléxico com a escola e os professores e o apoio familiar são fatores que ajudam a moldar como o disléxico vê a si mesmo e como enfrenta suas dificuldades com a língua inglesa. O texto é dividido em seis capítulos, introdução e conclusão. A introdução busca dar uma visão do caminho percorrido no entendimento da dislexia, desde a era vitoriana até os dias atuais. O capítulo um discorre rapidamente sobre a metodologia. O capítulo dois analisa as entrevistas de modo descomplicado, tendo como objetivo manter uma linguagem clara e acessível a todos os leitores. O capítulo três trata da semiótica das paixões e as relações entre as modalidades e as modalizações. O capítulo quatro traz algumas considerações sobre como auxiliar o disléxico em sala de aula de ensino de língua inglesa. O capítulo cinco focaliza nos estereótipos e, finalmente, o capítulo seis, que analisa o percurso do reconhecimento de si do disléxico baseado na obra de Paul Ricoeur.
Título em inglês
The construction of the identity of the dyslexic student in the learning and teaching environment of the English language
Palavras-chave em inglês
Discursive semiotics
Dyslexia
English language
Narrative identity
Teaching-learning
Resumo em inglês
Dyslexia is a genetic, hereditary and neurobiological disorder that compromises the ability to write and read in degrees that vary from an individual to another. The difficulties begin in the phase of literacy acquisition and accompany the dyslexic throughout his life, since there is treatment, but not a cure. Among the various symptoms is the difficulty in learning a second language. Given that English is a school requirement and, very often, a professional requirement, there is a great need to understand the issues involved in language learning and dyslexia. This work deals with the construction of dyslexic student identity - identity as the image of the self - in the teaching and learning environment of the English language; It deals with how its difficulties, the posture of educational institutions, educators and family act and influence the way in which the dyslexic learner sees himself/herself and acts within that context. This study was carried out by means of semi-structured interviews analyzed within the framework of Greimasian semiotics. The interview cover regular school life as well as the dyslexic experience with the English language, since the interest of this work is to have a broader view of the individuals trajectory and not only a cross section of a moment of his life. The results reveal that the diagnosis, accompanied by internal acceptance of such diagnosis, the dynamics of the dyslexic relationship with the school and the teachers as well as family support are factors that help shape how the dyslexic sees himself/herself and how he/she faces the difficulties with the English language. The text is divided into six chapters, introduction and conclusion. The introduction seeks to give insight into the path taken in the understanding of dyslexia, from the Victorian era to the present day. Ghapter one is on the methodology used. Chapter two analyzes the interviews in an uncomplicated way, aiming at keeping the language clear and accessible to all readers. Chapter three deals with the semiotics of passions and the relations between modalities and modalizations. Chapter four brings some considerations on how to assist the dyslexic in the classroom. Chapter five focuses on stereotypes and, finally, chapter six, which analyzes the path of self-recognition of the dyslexic based on the work of Paul Ricoeur.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-06-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.