• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-04062018-182512
Documento
Autor
Nome completo
Cacilda Vilela de Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
McCleary, Leland Emerson (Presidente)
Evola, Vito
Garcez, Pedro de Moraes
Leite, Tarcisio de Arantes
Viotti, Evani de Carvalho
Título em português
A multimodalidade na conversa face a face em episódios de desacordo
Palavras-chave em português
Ações gestuais
Ações não verbais
Estudos dos gestos
Expressões faciais
Interação humana
Resumo em português
A investigação da multimodalidade nas interações tem sido contemplada em campos de pesquisa cada vez mais diversos. No entanto, ainda é incipiente o entendimento de como os significados são construídos pela mobilização de múltiplas dimensões semióticas, atuando concomitantemente dentro do evento interacional. Esta tese busca contribuir para expandir esse entendimento, sobretudo, em episódios de desacordo. A Análise da Conversa, de base etnometodológica, e os Estudos dos Gestos são as linhas teóricas que balizam esta tese. Pelas contribuições da Análise da Conversa, pudemos observar como os próprios participantes se orientam uns em relação aos outros, revelando-nos os recursos mobilizados como práticas interacionais voltadas à realização e coordenação de suas ações durante a interação. Das contribuições dos Estudos dos Gestos, pudemos explorar as relações entre língua e ações gestuais e verificar o importante papel da gestualidade tanto para o estabelecimento de práticas interacionais quanto para o enquadramento das ações que estão em processo de formação. Os dados desta pesquisa compreendem vários tipos de interação realizados por falantes nativos de português brasileiro, perfazendo aproximadamente 15 horas de registros audiovisuais, coletados entre julho de 2012 e agosto de 2015. Desse material, selecionamos excertos para exemplificação teórica e 6 excertos para análise minuciosa, realizada dentro do programa ELAN, das sequências de desacordo. As análises mostram que os participantes se valem das ações gestuais como um recurso dinâmico e flexível que eles utilizam situadamente; que as ações faciais auxiliam os participantes a demonstrar suas posições e entendimentos a respeito das ações uns dos outros; que as ações gestuais dos coparticipantes produzidas em possíveis pontos de completude do turno do falante parecem ser tomadas como as primeiras manifestações das discordâncias que estão em processo de desenvolvimento; que o falante parece considerar essas ações do coparticipante para produzir seus enunciados subsequentes; que tal prática também parece servir ao propósito de oferecer ao falante uma oportunidade para promover ajustes interacionais antes que os desacordos verbais do coparticipante venham a ser produzidos. Algumas das contribuições desta tese são: (1) mostrar a necessidade de se estabelecer um padrão de transcrição multimodal que possa contemplar as várias dimensões semióticas envolvidas na interação, revelando toda a complexidade do que está acontecendo momento a momento; (2) mostrar como uma análise multimodal minuciosa elucida detalhes interacionais que ficam apagados na análise verbo-vocal; (3) apresentar uma mudança na compreensão das ações gestuais produzidas pelo coparticipante durante o turno do falante, mostrando como essas ações não devem ser entendidas como pré-ações antecipatórias de desacordos verbais, mas como primeiras manifestações da discordância em processo de formação; (4) mostrar como as ações gestuais emergem como parte de uma organização sequencial no desenrolar da interação, agregando informações a respeito do tipo de ação em desenvolvimento; e (5) mostrar como as ações gestuais são práticas recorrentes que podem ser definidas dentro da sequência interacional quando se analisa a sua progressão temporal.
Título em inglês
Multimodality in face-to-face conversation in episodes of disagreement
Palavras-chave em inglês
Bodily actions
Facial expressions
Gesture studies
Human interaction
Nonverbal actions
Resumo em inglês
Research on the multimodality of interaction is being carried out in increasingly diverse fields of studies. However, comprehension of how meanings are constructed through the deployment of multiple semiotic dimensions acting concomitantly within the interactional event is still in its infancy. This dissertation contributes to expanding this understanding specifically in episodes of disagreement. Conversation Analysis and Gesture Studies are the theoretical bases for this dissertation. By applying Conversation Analysis, we are able to observe how participants orient towards each other, revealing how resources are mobilized in interactional practices that help them coordinate and accomplish their actions during the interaction. By applying the findings of Gesture Studies, we are able to explore the relations between language and bodily actions and to verify the important role of bodily action both for the establishment of interactional practices and for the framing of action formation. Varied types of interaction, approximately 15 hours of audiovisual records, collected between July 2012 and August 2015, and performed by native speakers of Brazilian Portuguese compose the data of this research. From this material, using ELAN, we selected excerpts for theoretical exemplification and 6 excerpts for detailed analysis of sequences of disagreement. The analyses show that participants use bodily actions as a dynamic and flexible resource, locally performed; that facial actions help participants demonstrate their positions and understandings about one another's actions; that coparticipants bodily actions, produced at transitional-relevance places in the speaker's turn seem to be taken as first manifestations of disagreements that are in the process of developing; that the speaker appears to consider these coparticipant actions in producing his subsequent utterances. Such a practice also seems to serve the purpose of giving the speaker an opportunity to promote interactive adjustments before verbal disagreements of the co-participant would be produced. Some of the contributions of this dissertation are: (1) to show the need to establish a multimodal transcription pattern that can contemplate the multiple semiotic dimensions involved in the interaction, revealing all the complexity of what is happening moment by moment; (2) to show how a detailed multimodal analysis elucidates interactional details that are "erased" in the verb-vocal analysis; (3) to present a change in the understandings of the bodily actions produced by the coparticipant during the speaker's turn, showing how these actions should not be understood as anticipatory pre-actions of verbal disagreements, but as the first manifestations of the disagreement that is in the formation process; (4) to show how bodily actions emerge as part of a sequential organization in the course of the interaction, adding information about the type of action in development; and (5) to show how bodily actions are recurrent practices that can be defined within the interactional sequence when analyzing its temporal progression.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-06-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.