• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2011.tde-31052011-135449
Documento
Autor
Nome completo
Márcia Valéria Martinez de Aguiar
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Laranjeira, Mario (Presidente)
Amaral, Gloria Carneiro do
Costa, Walter Carlos
Faleiros, Álvaro Silveira
Moraes, Marcelo Jacques de
Título em português
Traduzir é muito perigoso - as duas versões francesas de Grande Sertão: veredas - historicidade e ritmo
Palavras-chave em português
Diadorim
Grande sertão: veredas
Guimarães Rosa
Henri Meschonnic
Oralidade
Ritmo
Tradução
Resumo em português
Este trabalho propõe-se a examinar as duas versões francesas de Grande Sertão: Veredas, separadas por um intervalo de quase trinta anos, e verificar como elas procuram recuperar a poética roseana. Para tanto, discute-se, com o auxílio dos críticos de sua obra e do próprio Guimarães Rosa em sua correspondência com seus tradutores, em que consiste essa língua especial que é o português-brasileiro-mineiro-guimarãesroseano, em que falado e escrito, realidade e ficção, prosa e poesia, sujeito e objeto são indissociáveis. A impossibilidade de submeter a escrita de Rosa a essas categorias estanques levou-nos a eleger o ritmo, tal como elaborado por Henri Meschonnic, como o conceito que poderia nos guiar nas análises das traduções do romance de Rosa. Desvendando o sujeito como ponto crucial do ritmo, Meschonnic recoloca todo escrito literário e toda tradução em sua história, fazendo-nos entender que os conceitos de poética que os regem são ligados às representações que certa época tem de literatura. A partir das críticas de imprensa, procuramos então reconhecer o universo literário peculiar que acolheu cada uma das versões de Grande Sertão: Veredas na França, para finalmente observar como cada tradução é manifestação da leitura historicizada da obra.
Título em inglês
Translating is very dangerous. The two french versions of Grande sertão: veredas historicity and rhythm
Palavras-chave em inglês
Diadorim
Grande sertão: veredas
Guimarães Rosa
Henri Meschonnic
Orality
Rhythm
Translation
Resumo em inglês
This work intends to examine the two French translations of Grande Sertão: Veredas, one coming out almost thirty years after the other, and to find out how they strive to restore Rosean poetry. Counting on Rosas critics and Rosa himself through correspondence with his translators, this research discusses what that special language, the Rosean-Mineiro-Brazilian-Portuguese consists of, a language in which spoken and written, fiction and reality, prose and poetry, subject and object are inseparable. The impossibility of subordinating Rosas writings to such fixed categories led us to select rhythm, as accounted by Henri Meschonnic, as the concept which could guide us in the analysis of Rosas novels translations. Disclosing subject as a crucial point of rhythm, Meschonnic places all writings and all translations back into their history, allowing us to understand that concepts of the poetic which rule them are connected to each historical times own representations of literature. From the press critiques, we seek to identify the particular literary universe that welcomed each of Grande Sertão: Veredas translations in France in order to finally point out that each of them is an expression of a historicized reading of the novel.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-05-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.