• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2008.tde-14042009-152149
Documento
Autor
Nome completo
Lucimara Leite
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Willemart, Philippe Leon Marie Ghislain (Presidente)
Boutet, Dominique Jacques François
Cerquiglini-toulet, Jacqueline
Hansen, Joao Adolfo
Segolin, Fernando
Título em português
Christine de Pizan: uma resistência na aprendizagem da moral da resignação
Palavras-chave em português
Educação feminina
Educação medieval
Literatura francesa
Resumo em português
O trabalho aborda a figura da mulher medieval, principalmente a partir do olhar da autora Christine de Pizan. No primeiro capítulo, A tradição na qual insere-se a obra de Christine de Pizan, é feita uma recuperação dos textos exempla e specula, tratados de educação, porque acreditamos que esse gênero literário serviu de modelo para os textos da autora. Durante os séculos XII e XIII os eruditos começaram a demonstrar sua preocupação com a educação e o comportamento de homens e mulheres. Por isso, os sermões e os textos com essa temática se multiplicaram. Essa preocupação pode ser mensurada pela quantidade de textos em forma de exemplum e speculum que surgem nessa época. Os livros Cité des dames e Trois vertus nos quais Christine aborda a educação da mulher, são exemplos desse gênero de texto. O capítulo faz uma análise das principais características de exemplum e speculum: suas origens, seus autores, seus principais títulos e datas. A diferença entre speculum e exemplum fica mais clara se cotejarmos as duas obras de Christine. Em Cité des dames, ela faz uso do exemplum, ela apresenta uma série com mais de cem exemplos de pequenas histórias de mulheres dignas de imitação. Já, em Trois vertus, Christine descreve o cotidiano das mulheres e seus comportamentos de acordo com a classe social. Segundo capítulo, Fortuna crítica e a descrição. Expomos uma cronologia com datas e nomes de autores que leram Christine, quais obras foram reeditadas, traduzidas e comentadas. Christine foi conhecida e lida por seus contemporâneos na França, Itália e Inglaterra. No século XV, após sua morte, elogios lhe foram feitos por diversos autores, suas obras traduzidas para o inglês e o português e reimpressas. Em seguida é apresentada uma descrição detalhada da estrutura das obras Cité des dames e Trois vertus; os principais assuntos tratados e a ordem de exposição. No terceiro capítulo, Uma resistência na aprendizagem da moral resignativa, apresentamos uma breve história da educação feminina entre os XII e XIV séculos. Após essa primeira parte, segue uma comparação entre os pontos de intersecção de Cité des dames, Trois vertus e Mesnagier de Paris. Faz-se notar a importância de observar a diferença entre os textos produzidos por autores masculinos, como o Mesnagier, tanto no que diz respeito ao tratamento dado às mulheres como à temática. Christine aborda o cotidiano das mulheres, desde as mais ricas até as mais simples, indicando-lhes suas obrigações desde o levantar-se até o deitar, ela trata da questão de saber se portar segundo as prerrogativas sociais, etc. No entanto, ela não é prolixa dando explicações nos mínimos detalhes. Ela fala a seres que têm conhecimento e possuem inteligência. Por fim, é apresentada uma relação hierárquica das virtudes e dos defeitos presentes nas três obras. Como conclusão podemos verificar, pelas transformações apresentadas nos textos de Christine, que a autora fez uma adaptação dos textos masculinos. Adaptação esta que deu forma à voz de muitas mulheres que até então não tinham um representante de seus anseios na esfera literária.
Título em francês
Christine de Pizan, a resistance in apprenticeship of resination moral
Palavras-chave em francês
Female education
French literature
Medieval education
Resumo em francês
The approach of this work is the medieval female figure, mostly from Christine the Pizans look. In the first chapter, The tradition in which Christine the Pizans work is inserted, its done a recovery of exempla and specula, education treats, because we believe that this literary genre was a model for the authors texts. During centuries XII and XIII the erudites started to demonstrate their concern with the education and behaviour of men and women. For that the sermons and treats on this issue multiplied. This concern might be measured by the quantity of texts in form of exemplum and speculum that came up at that time. The books Cité des Dames and Trois Vertus in which Christine approaches womans education, are examples of this genre of text. The chapter does an analysis of the main characteristics of exemplum and speculum: their origins, their authors, their main titles and dates. The difference between speculum and exemplum becomes clearer if we compare the two works by Christine. In Cité des Dames, she makes use of exemplum presenting a series of more than one hundred examples of womens short stories worthy of imitation. Whereas in Trois Vertus, Christine describes womens daily life and their behaviours according to their social classes. In the second chapter, Critical Fortune and Description, we expose the chronology with dates and authors names that read Christine, whose works were republished, translated and commented. Christine was known and read by her contemporaries in France, Italy and England. In XV century, after her death, she was praised by many authors, her works were translated into English and Portuguese and republished. Cité des Dames and Trois Vertus; the main issues approached and their order of appearance. In the third chapter, A resistance in learning the resignative moral, we present a short story of womans education between XI and XIV centuries. After this part, a comparison between the intersection points of Cité des Dames, Trois Vertus and Mesnagier de Paris. One might note the importance of observing the difference between the texts produced by male authors such as the Mesnagier, not only regarding the treatment given to women, but also to the theme, Christine approaches womens daily life, from the richest to the poorest ones showing their obligations from getting up, until the time they are going to bed, she treats the matter about knowing how to behave according to social prerogatives, etc. Notwithstanding she is not prolix giving explanations in every little detail. She speaks to witty cultured beings. Eventually, a hierarchical relationship between vices and virtues present in the three works is show. As a conclusion one may see that by the transformations presented in Christines text, that the author did an adaptation of male texts. Adaptation which gave shape to many womens voice that until that time had not a representative in the literary domain.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LUCIMARA_LEITE2.pdf (1.99 Mbytes)
Data de Publicação
2009-04-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.