• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2012.tde-12092012-093554
Documento
Autor
Nome completo
José Hamilton Maruxo Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Ishihara, Tokiko (Presidente)
Avolio, Jelssa Ciardi
Dahlet, Veronique Marie Braun
Miranda, Hercilia Tavares de
Mosca, Lineide do Lago Salvador
Título em português
Percursos argumentativos labirínticos no texto de vulgarização científica
Palavras-chave em português
Alexitimia
Argumentação
Divulgação e vulgarização científicas
Empatia
Lugar próprio
Lugar-comum
Percurso argumentativo
Resumo em português
Tendo em vista que os textos jornalísticos de vulgarização científica são predominantemente argumentativos, o estudo da argumentação presente neles permite elucidar algumas características de seu funcionamento textual. A análise proposta aqui privilegia o exame de dois de seus componentes centrais, considerados fundadores de sua configuração argumentativa típica: os lugares-comuns e os percursos argumentativos. Os primeiros referem-se a idéias ou modos de raciocínio socialmente aceitos e tidos como válidos independentemente de comprovação, constituindo objetos de acordo primários, com base nos quais a arguimentação se torna possível. Os segundos dizem respeito à forma como os lugares se encadeiam e sucedem no interior de um quadro argumentativo, dando forma à macroestrutura argumentativa dos textos de vulgarização científica. A análise procura demonstrar que a formulação da questão argumentativa e a escolha dos lugares-comuns determinam a forma assumida pelos percursos geradores da estrutura argumentativa e que, nos textos jornalísticos de vulgarização científica, essa estrutura tem configuração em forma de labirinto. Para tanto, o estudo se divide em três partes: na primeira, analisa-se a noção de vulgarização científica e se procura entender como pode os chamados textos de vulgarização podem se constituir como objetos analisáveis. Na segunda, busca-se um modelo analítico capaz de levar à compreensão do funcionamento dos textos de vulgarização. Na terceira, discute-se o papel dos lugares-comuns nos percursos argumentativos analisados.
Título em inglês
Argumentative labyrintic pathways in texts of general understanding of sciences
Palavras-chave em inglês
Alexithymia
Argumentation
Argumentative structures
Empathy
General understanding of sciences
Topoi and commonplaces
Resumo em inglês
The study of argumentation in popular scientific texts allows one to identify certain characteristics concerning their textual operation. An analysis of the argumentative structure of texts, in particular of those found in specialist scientific publications, shows two components essential to this type of text: the topoi (both commonplace and specialist) and the sequence of arguments. The topoi, be they true, plausible or generally accepted ideas, are at the heart of any argumentation, and it is on the basis of the topoi that the proponent constructs his persuasive reasoning. The sequence of arguments constitutes the manner in which the topoï are connected and follow one another within the argumentative structure. It brings together the discursive competence (which can be sometimes linguistic, rhetorical, logical or encyclopaedic) as well as the emotions of the advocate. In this way, the topoi give form to the micro/macrostructures arguments of the aforesaid published texts. The analysis is made starting from the components of enunciation theory, pragmatism and rhetoric and makes it possible to show that the choice of the topoi by the proponent or presenter determines the configuration or labyrintic of the arguments as presented in the text.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-09-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.