• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Liz Helena Gouveia Afonso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Pietraroia, Cristina Moerbeck Casadei (Presidente)
Costa, Heloisa Brito de Albuquerque
Cristovão, Maria Lucia Claro
Ortale, Fernanda Landucci
Título em português
História e cultura no ensino-aprendizagem do francês língua estrangeira em contexto universitário: contribuições para o desenvolvimento da autonomia e do senso crítico
Palavras-chave em português
Afetividade
Autonomia
Cultura
Ensino-aprendizagem
Francês língua estrangeira
História
Motivação
Senso crítico
Resumo em português
Em nossa pesquisa partimos da hipótese de que o ensino de uma língua estrangeira no caso, o francês por meio da abordagem de seus aspectos históricoculturais, insumo tido como interessante e atual (ABDALLAH-PRETCEILLE, 1996), promoveria uma aprendizagem inserida no contexto da língua-alvo, facilitando o desenvolvimento da competência comunicativa e da autonomia do aluno e do professor para a gestão do processo como um todo. Ao mesmo tempo, ao traçar um paralelo com a história-cultura da língua materna dos alunos, nós como professora-pesquisadora objetivamos levá-los a repensar a história do seu próprio país, parte integrante da construção de sua identidade como ator social, aspecto que necessariamente aflorará durante a comunicação. Poder compreender a língua e a história do Outro e poder falar sobre sua própria são referências que podem facilitar ao aluno o desenvolvimento da competência sociolinguística e do saber-aprender. A pesquisa realizada, do tipo pesquisa ação, consistiu na elaboração e administração de um curso piloto de FLE, apoiado no cinema e na arte. O tema, previamente negociado com os alunos, foi a Torre Eiffel, abrangendo o período da Belle Époque francesa e utilizando como base para a construção do curso as teorias de Krashen (1982), do pós-método (KUMARAVADIVELU, 2003), da plausibilidade e tarefas (PRABHU, 1990) e a filosofia da pedagogia da autonomia de Freire (2016). Apoiamo-nos também na psicologia social de Gardner (1985), enfatizando o papel das atitudes na aprendizagem e as teorias da autodeterminação de Ryan e Deci (2000) entre outros autores pesquisados. Os dados considerados para a análise e discussão dos resultados compreenderam as tarefas realizadas, a avaliação formal do curso pelos alunos e as observações da pesquisadora. Os resultados obtidos indicam que história e cultura, por meio de filmes e de arte, são temas envolventes e motivadores que despertam a emoção e permitem trabalhar a língua para a comunicação. São também temas instigantes que demandam autonomia dos alunos e do professor para trabalhar o FLE dentro de uma postura crítica, sem descuidar dos aspectos linguísticos. No entanto, exige um aperfeiçoamento docente contínuo. Constatamos, por meio da produção dos alunos, que a autonomia e a motivação se mantêm após as aulas. Concluímos o estudo levantando novas hipóteses para pesquisas adicionais.
Título em inglês
History and culture on teaching-learning practices in French as a Foreign Language (FFL) at university level: contributions to the development of autonomy and critical thinking
Palavras-chave em inglês
Affectivity
Autonomy
Critical standpoint
Culture
French foreign language
History
Metacognition
Motivation
Teaching and learning
Resumo em inglês
We have conducted our research based on the hypothesis that foreign language teaching, in this case French, through an historical and cultural approach, an input deemed current and interesting (ABDALLAH-PRETCEILLE, 1996), would promote learning within the target language context, and facilitate the development of communicative competence and autonomy both of students and teachers to manage the process as a whole. At the same time, by drawing a parallel with the history and culture of students mother tongue, our goal as teacher-researcher is to make them rethink the history of their own country as it is a part of the construction of their identity as social actors, an aspect that will inevitably rise during communication. Being able to understand the language and the history of the Other and to speak about ones own history are references that enable students to improve their sociolinguistic competence and to know how to learn. The action-type research conducted consisted in developing and teaching a FFL pilot course focused on cinema and arts. The theme previously negotiated with the students was the Eiffel Tower. It encompassed the Belle Époque period and used Krashens theories (1982), post method (KUMARAVADIVELU, 2003), plausibility and task-based approach (PRABHU, 2000) as well as the philosophy of Freires pedagogy of autonomy (1996) as reference to design the course. We have also relied on Gardners social psychology (1985) to emphasize the role attitudes play in learning, and Selfdetermination theories (Ryan and Deci, 2000) among other authors researched. The data considered for result analysis and discussion included tasks carried out, students formal course assessment, and the researchers remarks. The results obtained indicate that history and culture by means of movies and arts are compelling and motivating themes that evoke emotion and allow one to work the language for communication. They are also thought-provoking themes that demand autonomy of students and teachers to work FFL from a critical standpoint without neglecting linguistic aspects. However, it requires continuous teacher training. Based on students production we have concluded that autonomy and motivation remain after class. We finish the study by raising new hypotheses for further researches.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-03-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.