• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2012.tde-06122012-140242
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Antonini Schoeps
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Jorge, Veronica Galindez (Presidente)
Rocha, João Cezar de Castro
Zular, Roberto
Título em português
Bibliotecas fantásticas em chamas: Machado de Assis e Gustave Flaubert
Palavras-chave em português
Bibliotecas particulares
Crítica literária
Gustave Flaubert - 1821-1880
Machado de Assis - 1839-1908
Teoria literária
Resumo em português
Partindo do efeito de leitura percebido nas escrituras autorrreflexivas de Machado de Assis e Gustave Flaubert que, por meio de uma intensa solicitação a discursos já-escritos, pareciam escrever verdadeiros livros feitos de livros , o presente trabalho se propôs estudar a interdiscursividade dos autores, compreendida dentro de suas práticas de escrita e de leitura, a partir do que chamamos de biblioteca fantástica, num diálogo explícito com a teoria de Michel Foucault. Seguindo dois eixos principais, nos quais pretendíamos observar a obra dentro da biblioteca (o espaço das bibliotecas reais dos autores enquanto o lugar privilegiado da enunciabilidade das obras) e a biblioteca dentro da obra (a ficcionalização do livro e dos elementos concernentes ao sistema literário presente nas escrituras), fomos levados a entrever a relação tensional com o já-escrito operada pelas escrituras dos dois autores, aspecto reforçado pelo recurso a ardis ficcionais distintos, a saber, o autor ficcional machadiano e o discurso indireto livre flaubertiano. Ao longo de nosso percurso crítico, percebemos que a biblioteca fantástica dos autores estudados, construída no intervalo entre os dois citados eixos, mostrou-se reveladora da problemática concernente à enunciabilidade e à legibilidade das obras, já que a interdiscursividade de suas escrituras autorreflexivas questionava as formas naturalizadas ou impostas de escrever e de ler, recolocando a literatura enquanto questão.
Título em inglês
Fantastic libraries on fire: Machado de Assis and Gustave Flaubert
Palavras-chave em inglês
Gustave Flaubert - 1821-1880
Literary criticism
Literary theory
Machado de Assis - 1839-1908
Private libraries
Resumo em inglês
Having as a starting point the reading effect of Machado de Asiss and Gustave Flauberts self reflecting narratives which, due to the intense recourse to other discourses, seem to be books made of other books , the aim of this work is to study these writers interdiscursivity practices, as observed in their writing and reading practices through the concept of the fantastic library, in an explicit dialogue with Michel Foucaults theory. Following two main paths from which we would like to observe the literary work inside the library (the space of the writers real libraries as a privileged viewpoint of their enunciability) and the library in the work (that is, the image of the book and of elements of the literary system represented in the books), we noticed a tense relationship with these other discourses in these two writers practices, which is reinforced by the recourse to different narratological devices such as the fictional author in Machado and free indirect style in Flaubert. As our analysis progressed, we perceive that the fantastic library of those authors, construed between those paths already mentioned, revealed some of the problems related to their enunciability and legibility, as the interdiscursivity of these self reflecting narratives questions not only naturalized or imposed manners of reading and writing but literature itself.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-12-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.