• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2006.tde-07082007-160214
Documento
Autor
Nome completo
Cláudia Pacheco Vita
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Gonzalez, Neide Therezinha Maia (Presidente)
Fanjul, Adrian Pablo
Soto, Eva Ucy Miranda Sá
Título em português
A opacidade da suposta transparência: quando 'amigos' funcionam como 'falsos amigos'
Palavras-chave em português
Análise Contrastiva
Falsos amigos
História
Imaginário
Representação social
Resumo em português
Neste trabalho, tratamos de uma imagem que circula em nosso país sobre o espanhol e sua aprendizagem, segundo a qual os chamados "falsos amigos" constituem as principais dificuldades para o brasileiro que deseja aprender essa língua estrangeira. Partimos de uma hipótese de Celada & González (2000) de que tal modo de interpretação desse processo foi inaugurado por Nascentes (1939) quem, por sua vez, recolheu em seus estudos muitas das impressões do senso comum de sua época a esse respeito. Tal tradição norteou e em grande parte norteia ainda muitos trabalhos científicos no Brasil a respeito do ensino e da aprendizagem do espanhol, os quais se baseiam, como a interpretação tradicional que lhes dá suporte, nos pressupostos teóricos do modelo da Análise Contrastiva em sua versão forte. Primeiramente fazemos uma análise dos termos mais comuns em circulação (falsos cognatos, heterosemánticos, falsos amigos), mostrando que não fazem necessariamente referência a fenômenos da mesma natureza, e posteriormente questionamos a idéia corrente de que os falsos amigos seriam o grande vilão da aprendizagem do espanhol por brasileiros. Nossa proposta nesta pesquisa é tratar a aprendizagem do espanhol por brasileiros e a formação de sentido de outra perspectiva teórica, que nos permita observar fatores que oferecem restrições às línguas e que atuam na produção dos efeitos de sentido no contato desses dois idiomas; esses fatores serão, essencialmente, a história e as representações sociais.
Título em inglês
The learning of the Spanish language by Brazilians: the perception that the "false friends"
Palavras-chave em inglês
Contrastive analysis
False friends
History
Imaginary
Social representation
Resumo em inglês
The present investigation refers to the traditional perception that exists in Brazil about the Spanish language and its learning by Brazilians. In such perception, the uttermost obstacle that any Brazilian must overcome in his process of learning the Spanish language are the denominated "false friends". According to Celada & González (2000), such perception has been introduced in Brazil by Nascentes (1939), in whose work one is able to find most of the common sense and common lore opinions about the learning of the Spanish language by Brazilians. Such perception has ever since dominated most of the Brazilian academic investigation about the teaching and learning of the Spanish language, which theoretic basis can be found in the "strong" version of the Contrastive Analysis. This investigation begins with the analysis of the terms most commonly used by the academic investigation (such as false friends, false cognates, heterosemánticos), in order to demonstrate that such terms do not refer to the same phenomena. In the sequence, the perception that the "false friends" are the greatest villain in the learning of the Spanish language by Brazilians is put in doubt. The final objective of this investigation is to study the process of learning of the Spanish language by Brazilians, and from another theoretic perspective, to analyse the production of meaning that allows to determine the factors (specially history and social representation) which restrict the languages, and influence the production of the meaning in the contact between Brazilian Portuguese and Spanish.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-10-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.