• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2006.tde-03092007-125840
Documento
Autor
Nome completo
Estrella da Fonseca
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Valverde, Maria de La Concepcion Pinero (Presidente)
Ramirez, Maria Dolores Aybar
Vieira, Maria Augusta da Costa
Título em português
'Nada', de Carmen Laforet: uma tradução
Palavras-chave em português
Carmen Laforet
Literatura espanhola
Nada
Romance espanhol
Tradução
Resumo em português
Nada é considerada a primeira referência de romance do realismo existencialista do pósguerra civil espanhol. Em 1944, mesmo ano de seu lançamento, obteve o reconhecimento por parte da crítica especializada, com a primeira edição do Prêmio Nadal de Literatura. Hoje, é objeto de estudo dos que se ocupam com sua crítica e parte obrigatória de qualquer antologia ou história da literatura espanhola do século XX. O objetivo desta dissertação é fazer uma tradução da obra Nada, de Carmen Laforet. Relataremos os impasses que foram enfrentados nesta versão, seja na manutenção do estilo, seja na escolha do léxico, na fluidez do texto, nas estruturas gramaticais e semânticas do romance. A proposta é a de seguir o caminho sinuoso e complexo da tradução, mantendo o sentido e o tom do texto de partida. A pesquisa realizada junto aos teóricos sobre tradução fez-nos perceber a impossibilidade de postular uma única teoria que consiga resolver todas as facetas do processo tradutório. Uma vez que não há regras para todos os casos, sobram-nos como consolo os empíricos conselhos sobre literalidade e fidelidade, destinados a quem se aventura no universo da tradução.
Título em inglês
'Nada', by Carmen Laforet: a translation
Palavras-chave em inglês
Carmen Laforet
Nada
Spanish literature
Spanish novel
Translation
Resumo em inglês
'Nada' is considered to be the first framework for the existentialist realism of the Spanish postcivil war. In 1944, same year of its launch, it won recognition by the literary critic when it received the first edition of the Nadal prize of literature. Today it is object of study of the ones who occupy with its critique, and compulsory part of any anthology or 20th century Spanish literature history. The aim of this dissertation is to make a translation of the work Nada by Carmen Laforet. We will relate the impasse faced in this version, either in keeping the style, in the lexical choice, in the fluency of the text,or in the grammatical and semantical structures of the novel.The proposal is to follow the sinous and complex path of translation, maintaining the sense and the tone of the original. The research elaborated on translation by the theorists made us perceive the impossibility of postulating a single theory that is able to resolve all the facets of the translating process. Since there are no rules for all cases, we are left, as consolation, with the empirical advice on what is literal and faithful, aimed at whom takes risks in the universe of translation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-10-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.