• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2018.tde-31082018-103727
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Barbieri Antunes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Macedo, José Marcos Mariani de (Presidente)
Brandao, Jacyntho Jose Lins
Correa, Paula da Cunha
Kölligan, Daniel-Maria
Título em português
Hinos órficos: edição, estudo geral e comentários filológicos
Palavras-chave em português
Epiclese
Hínica grega
Hinos órficos
Orfismo
Ritual
Resumo em português
Pretendo elaborar uma edição comentada dos Hinos órficos (HO), um compêndio de 88 hinos cléticos, compostos entre os sécs. 2-4 d.C., partindo do texto estabelecido por Quandt (1955) e confrontando-o com as propostas de Ricciardelli (2000), Morand (2001) e Fayant (2014). Este projeto é uma tentativa de instigar a formação de tradição filológica de estabelecimento de texto, aparato crítico e comentários pormenorizados nos estudos clássicos no Brasil. Planejo realizar críticas pontuais do texto grego e apresentar algumas soluções válidas, mas tendo sempre como apoio o texto já consolidado de Quandt. Proponho também um estudo aprofundado, no qual debato: i) a autoria e datação desses poemas; ii) a sua provável ocasião de performance, com base em uma abordagem empírica do texto e uma apreciação do status quaestionis sobre o tema; iii) os elementos órficos e sincréticos dos HO; iv) a estrutura e disposição dos hinos dentro da coletânea; v) tipologia hínica e eficácia epiclética; vi) a linguagem e estilo, assim como a prosódia e métrica dos HO (fraseologia, epítetos, figuras empregadas). Como de praxe nesse tipo de estudo, os comentários serão feitos após o texto original, verso a verso.
Título em inglês
Orphic hymns: edition, study and philological commentaries
Palavras-chave em inglês
Epiclesis
Greek hymns
Orphic hymns
Orphism
Ritual
Resumo em inglês
I intend to elaborate an annotated edition of the Orphic Hymns, a compendium of 88 cletic hymns composed between the second and fourth centuries AD, based on the text established by Quandt (1955) and comparing it with Ricciardelli's (2000), Morand's (2001) and Fayant's (2014) texts. This is an attempt to instigate a philological tradition of text establishment, critical apparatus and detailed comments in classical studies in Brazil. My intent is to present some valid solutions to a number of passages, but always based on Quandt's already consolidated text. I also propose an in-depth study, in which I debate: i) the authorship and dating of these poems; ii) the probable time of performance, based on an empirical approach of the text and an appreciation of its status quaestionis; iii) the Orphic and syncretic elements in these compositions; iv) the structure and arrangement of the hymns in the collection; v) hymnic tipology and epicletic effectiveness; vi) the language and style, as well as the prosody and metric of Hymns (phraseology, epithets, used figures). As usual in this type of study, comments will be made after the original text, verse by verse.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-08-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.