• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2006.tde-04092006-152413
Documento
Autor
Nome completo
Maria Lucia Gili Massi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Antonio Medina (Presidente)
Dezotti, Maria Celeste Consolin
Duarte, Adriane da Silva
Lafer, Mary Macedo de Camargo Neves
Tomás, Lia Vera
Título em português
"Zeus e a poderosa indiferença"
Palavras-chave em português
Cosmogonia
Deuses
Hinos Homéricos
Liderança
Zeus
Resumo em português
Este estudo, incluindo a tradução dos textos gregos para o português, dedica-se aos Hinos Homéricos. Apresenta, de início, um panorama dos poemas; entende serem eles continuidade da Teogonia hesiódica; analisa-os em suas unidades e temas; investiga-lhes as teofanias; levanta suas fórmulas de abertura e fechamento; e versa sobre outras questões estruturais da espécie hínica. Discorre, em seguida, acerca das bases do poder de Zeus, firmadas nas seis obras que realizou para criar uma nova visão de mundo. Tais ações, narradas na Teogonia e nos Trabalhos de Hesíodo, encontram eco no canto de Hermes e nas demais referências a elas espalhadas nos hinos. Em seguida, após a identificação e exame dos traços da personalidade de Zeus, sua liderança passa a ser focalizada. Constata-se ali que Zeus, ainda que seja em sua essência delegador, utiliza-se de outros estilos de liderança quando a situação requer, a fim de influenciar seus seguidores quanto à missão que lhes cabe no universo. Finalmente, este estudo se detém nos motivos pelos quais os deuses obedecem a Zeus, e por que este obtém o empenho e o compromisso deles, e mostramos que a razão deste comportamento não se deve propriamente ao posto que ele ocupa, mas, à sua maneira de ser, firmeza de propósitos e princípios como liberdade, igualdade, confiança, respeito e reconhecimento, valores compartilhados pelos deuses. Fica, pois, então garantida a canalização da energia de todos para a missão da ordem e de justiça no mundo, condição essa essencial para a existência humana e para a vida em geral. Guiada por valores que priorizam o pensamento crítico, única forma capaz de tornar seus seguidores sujeitos de seus atos, a organização olímpia, liderada por Zeus, coloca-se distante da organização feudal, com seus vassalos submissos, passivos, dependentes, massa informe - como se vê - mais condizente com os deuses indistintos inseridos no ventre de Crono, de modo que, ao se tratar da liderança de Zeus e da razão por que os deuses se comprometem com ele, salta à vista a impropriedade de chamá-lo feudal.
Título em inglês
Zeus and the powerfull indiference
Palavras-chave em inglês
Comosgony
Gods
Homeric Hymns
Leadership
Zeus
Resumo em inglês
This study, including the translation of Greek texts to Portuguese, honors the Homeric Hymns. An overview of the poems is presented at first; they are understood as the continuity of the Hesiodic Theogony; the unities and themes are analyzed; the teophanies are investigated; opening and closure formulas are raised; and some other structural issues of the hinic species are considered. The basis of Zeus power, stated in the six pieces of work for a new view of the world, are discussed later. Such actions, narrated in the Theogony and Hesiod Works, are echoed in Hermes chants and in other references throughout the hymns. Then, after the identification and traits exam of Zeus personality, his leadership starts to be focused. It is observed that, despite being essentially delegating, Zeus uses other leadership styles when required, to influence his followers as to their mission in the universe. Finally, this study highlights the reasons why the gods obey Zeus and why he obtains their involvement and compromise, showing that the reason of their behavior is not due exactly to his position but to his manners, firm purposes and principles such as liberty, equality, confidence, respect and acknowledgement, values shared by the gods. This guarantees the direction of the whole energy for the mission of order and justice in the world, essential condition for human existence and life in general. Guided by values prioritizing the critical thought, the only way to make his followers subjects of their acts, the Olympic organization, created by Zeus, is distant from the feudal organization, with its submissive servants, passive, dependent, shapeless mass – as it is seen - much more in accordance with the indistinct gods inserted in Krono belly, so that, when dealing with Zeus leadership and the reason why the gods where compromised with him, it is very clear the it is not appropriated to call him feudal.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
mlgmassi.pdf (874.38 Kbytes)
Data de Publicação
2006-10-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.