• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2010.tde-03032010-133009
Documento
Autor
Nome completo
Cecília Gonçalves Lopes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Martins, Paulo (Presidente)
Scatolin, Adriano
Vasconcellos, Paulo Sérgio de
Título em português
Confluência genérica na Elegia Erótica de Ovídio ou a Elegia Erótica em elevação
Palavras-chave em português
Convenções genéricas
Elegia Erótica Romana
Literatura latina
Ovídio
Resumo em português
No final do século I a.C., a Elegia Erótica Romana desafiou os gregos e as convenções poéticas apresentando um poeta-amante que cantava suas aventuras amorosas em primeira pessoa. Como se isso não bastasse, esse eu-elegíaco se dedicava à puella como se tal tarefa fosse uma militia, um seruitium amoris, e que exigia tempo integral. Galo, Propércio e Tibulo nos apresentaram suas dominas e se negaram a servir à pátria. Ovídio foi além: seguiu seus predecessores mas fez com que seus leitores aprendessem a entender o papel de cada uma das normas na construção desse gênero. Escreveu seu primeiro livro, Amores, e , a partir daí, começou a traçar um caminho ascendente: queria sua Elegia elevada, não apenas média. Para isso, produziu recusationes, elegias programáticas e, o mais importante, confluiu gêneros. Fez uso da Epistolografia, da Retórica, da Didática e de personas e exempla míticos para compor Heroides, Ars amatoria e Remedia amoris. Nesta dissertação, mostra-se a trajetória do poeta na elevação da Elegia Erótica de Ovídio.
Título em inglês
The combination of genres in Ovid's Erotic Elegy or elevating the Erotic
Palavras-chave em inglês
Latin Erotic Elegy
Latin literature
Ovid
Poetic conventions
Resumo em inglês
At the end of the 1st. century b.C., Latin Erotic Elegy challenged Greeks and poetic conventions when portrayed a man, poet and lover, talking, in the first person, about his adventures: he also dedicated himself to a puella as if it were a militia, his seruitium amoris, which was a full-time job. Gallus, Propertius and Tibullus introduced us to their dominas and did not (want to) serve their nation. Ovid did more than that: he followed his predecessors but made his readers learn the role of each of the principles of the genre. He wrote his first book, Amores, and, from then on, delineated an ascendant path: he wanted his Elegy to be high, not only something that depicted an average subject. In order to achieve it, he composed recusationes, programmatic elegies and, most important of all, he converged genres: he was able to use Epistolography, Rhetoric, Didactic and mythological personas and exempla to write Heroides, Ars amatoria and Remedia amoris. In this dissertation, we show his trajectory in the elevation of Ovids Erotic Elegy.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-03-05
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • MARTINS, P. Elegia Romana: Contrução e Efeito. São Paulo : Humanitas, 2009{Volume}.{Serie}
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.