• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2014.tde-29042015-175910
Documento
Autor
Nome completo
Vanderlei Gianastacio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Condé, Valéria Gil (Presidente)
Campos, Vera Mascarenhas de
Caretta, Elis de Almeida Cardoso
Machado, Jonas
Viaro, Mario Eduardo
Título em português
A presença dos sufixos -sc- e -iz- na Vulgata e sua abrangência semântica e aspectual
Palavras-chave em português
Aspecto
Derivação
Gramática
Morfologia histórica
Perífrases
Sufixos derivativos
Verbo
Resumo em português
Esta pesquisa tem o objetivo de entender os valores semânticos dos sufixos -sc- e -iz- nos verbos encontrados na Vulgata, num estudo sincrônico e diacrônico, considerando as informações etimológicas e avaliando a formação desses verbos nas diversas categorias. Para uma melhor compreensão dos sufixos -sc- e -iz-, observou-se sua utilização na língua grega e, a partir desta, a sua transição para o latim, o que resultou no processo de formação de palavras nesse idioma. Consideram-se os verbos, com ambos os sufixos na língua grega, e o uso deles na língua latina, ora formando novos verbos no latim, ora sendo transliterados, do grego para o latim. Além da Vulgata, o Dictionnaire Illustre Latin Français de Félix Gaffiot também é corpus para esta pesquisa a fim de perceber se os sufixos pesquisados formaram novos verbos no latim pós-clássico. Nesta comparação de corpora, pode-se notar a ausência da Vulgata nas referências dos verbos, com sufixo -sc- e -iz-, mencionado por Gaffiot. Propõe-se também nesta pesquisa, observar as assertivas dos gramáticos e linguistas quanto aos verbos produzidos com esses sufixos. Tais afirmações estão relacionadas com a semanticidade e características dos verbos, observando-se os seus aspectos, além de informar em qual período eles foram produtivos. Em suma, este estudo destina-se a considerar a Vulgata, visto que a maioria dos pesquisadores a desconsidera, produzindo conclusões divergentes quanto ao uso dos sufixos estudados nesta pesquisa. A prefixação dos verbos que utilizam o sufixo -sc- é fato que se avalia, porque as sugestões dos estudiosos dessa área propõem datas a aspecto da produção verbal. Finalmente, observou-se que os verbos com os sufixos -sc- e -iz- estão presentes nas construções de perífrases na Vulgata, divergindo em suas construções em relação à conjugação dos verbos utilizados.
Título em inglês
The presence of the suffixes -sc- and -iz- in the Vulgate and their semantic scope and aspect
Palavras-chave em inglês
Aspect
Derivation
Derived suffixes
Grammar
Historical morphology
Periphrases
Verb
Resumo em inglês
The purpose of this research is to understand by means of a synchronic and diachronic study the semantic values of the suffixes -sc- and -iz- in the verbs found in the Vulgate, considering etymological information and evaluating the formation of these verbs in their diverse categories. In order to comprehend better the -sc- and -iz- suffixes, their use in the Greek language it will be observed, and from this, their transition into Latin which resulted in the process of the formation of words in that language. Verbs with both suffixes in Greek and their use in Latin will be considered, at times forming new verbs in Latin, at times being transliterated from Greek into Latin. Beside the Vulgate, the Dictionnaire Illustre Latin Français by Felix Gaffiot serves as material for research in order to see if the suffixes studied formed new verbs in post-classic Latin. In the comparison of the material, the absence of references to the Vulgate of the verbs with the -sc- and -iz- suffixes mentioned by Gaffiot can be noted. The research also proposes to investigate assertions of grammarians and linguists about verbs formed with these suffixes. Those affirmations are related to the semanticity and the grammaticality of the verbs, noting its aspects, in addition to indicating in which period they were productive. As such, this study has the goal of considering the Vulgate in the production of divergent conclusions about the use of the suffixes studied in this research, since the majority of researchers do not consider it. The prefixion of the verbs that use the suffix -sc- is evaluated because suggestions from scholars in this area propose dates with respect to verbal production. Finally, it was seen that verbs with the suffixes -sc- and -iz- are present in the construction of periphrases in the Vulgate, differing in their constructions with respect to the conjugation of the verbs used.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.