• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.8.2016.tde-23032016-131430
Documento
Autor
Nombre completo
Jorge Viana de Moraes
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2015
Director
Tribunal
Leite, Marli Quadros (Presidente)
Altman, Maria Cristina Fernandes Salles
Assunção, Carlos Costa
Hackerott, Maria Mercedes Saraiva
Urbano, Hudinilson
Título en portugués
Unidade na diversidade: as ideias de Serafim da Silva Neto como subsídios para a constituição de uma teoria da variação linguística
Palabras clave en portugués
História das ideias linguísticas
Mudança linguística
Serafim da Silva Neto
Teoria
Variação linguística
Resumen en portugués
O objetivo deste trabalho é demonstrar que no conjunto de sua obra Serafim da Silva Neto (1917-1960) apresenta subsídios para a constituição de uma teoria sobre a variação e a mudança linguística, entre os anos 40 e 50 do século XX, portanto, 20 anos antes e independentemente dos estudos a que modernamente denominamos Sociolinguística, disciplina autônoma em que se investigam as relações da língua com a sociedade. Nossa tese é a de que Serafim da Silva Neto elaborou em sua obra conceitos relacionados à variação e à mudança linguística, tendo como referência as três áreas de investigação a que esteve ligado: a Filologia Românica; a Crítica Textual (edição de textos medievais portugueses) e o conhecimento de Gramáticas Antigas, tanto latinas como portuguesas. Neste sentido, o trabalho está dividido em cinco capítulos. No capítulo um tratamos de questões teórico-metodológicas adotadas. Do segundo ao quarto capítulos, organizamos o trabalho de forma a dar conhecimento a respeito dessas três áreas de atuação do filólogo carioca, apresentando os autores citados que mais contribuíram para a construção de conceitos variacionistas na sua obra. Com isso, procuramos explorar, na medida do possível, o horizonte de retrospecção de Silva Neto para, à luz da história, esclarecer como ele construiu seus conceitos a respeito da variação e mudança linguística. O quinto capítulo apresenta a aproximação entre Silva Neto, Hugo Schuchardt (1842-1927), linguista e romanista alemão, atuante no final do século XIX e início do XX, ostensivamente presente em seu horizonte de retrospecção, e William Labov (nascido em 1927), principal nome de articulação da Teoria da Variação Linguística, organizador da Sociolinguística, enquanto disciplina linguística e líder desse campo de pesquisa, para demonstrar que a proximidade de alguns conceitos teóricos presentes nas suas obras não é mero acaso. Embora temporal e espacialmente separados e filiados a correntes teóricas e metodológicas distintas, o trabalho desses autores contribui para a construção do conhecimento sobre a variação e mudança linguísticas, ainda que de forma não linear e assistemática, alcançando resultados significativos para o desenvolvimento das pesquisas nas ciências da linguagem, em diferentes campos de atuação. Buscamos, deste modo, estabelecer uma possível causalidade entre o pensamento crítico dos três autores, articulados por uma complexa rede de referências, incluindo aí Uriel Weinreich (1926-1967), em cuja obra poderíamos encontrar uma das possíveis explicações para a relação entre os autores apontados, embora ela não seja a única. Ao longo do trabalho, fazemos incursões pelos domínios da Gramaticografia portuguesa e latina, pela Crítica Textual, pela Filologia Românica, e pela Sociolinguística contemporânea, levantando subsídios que comprovem nossa tese. Discutem-se alguns conceitos linguísticos e gramaticais, analisados na perspectiva da dimensão temporal, isto é, na longa duração do tempo, o que o inscreve no contexto da História das Ideias Linguísticas, segundo o modelo de Sylvain Auroux (1992, 1998, 2006, 2008); Colombat (2007) e Colombat, Fournier e Puech (2010).
Título en inglés
Unity in diversity: Serafim da Silva Netos ideas as subsidies for constitution of a theory of linguistic variation
Palabras clave en inglés
History of linguistics ideas
Linguistic change
Linguistic variation
Serafim da Silva Neto
Theory
Resumen en inglés
The aim of this study is to demonstrate that in his whole work, Serafim da Silva Neto presents data for the configuration of a theory of linguistic variation and change, between the years 40 and 50 of the 20th century, therefore 20 years before, and independently of the modern studies called Sociolinguistics, autonomous subject in which we investigate the relations between language and society. Our thesis is that Serafim da Silva Neto has developed, in his work, concepts related to linguistic variation and change, having as reference the three areas of research which he was connected to: Romance Philology; Textual Criticism (edition of Portuguese medieval texts) and the knowledge of Old Grammars such as Latin and Portuguese. In this sense, this work is divided into five chapters. In the first chapter, we deal with adopted theoretical and methodological issues. From second to fifth chapters, we organize this work in order to inform about these three areas of the philologist action, with the aforementioned authors who contributed to the construction of variations concepts in his works studied in a way as to provide knowledge about these three areas of interest of the philologist from Rio de Janeiro. Thus, we have tried to exploit, as far as possible, the retrospective horizons of this author so that, in the light of history, be able to explain how he built his concepts about linguistic variation and change. The fifth chapter presents the approach between Silva Neto, Hugo Schuchardt (1842-1927), linguist and German Romanist, active in the late 19th century and early 20th century, noticeably present in his retrospective horizons, and William Labov (born in 1927), main name of the Theory of Language Variation and organizer of Sociolinguistics as a Linguistic discipline, to demonstrate that the proximity of some theoretical concepts presented in his works is no accident. Although temporally and spatially separated, and affiliated to different theoretical and methodological currents, the work of these authors contributes to the construction of knowledge about the language variation and change, albeit in a non-linear and unsystematic way, achieving significant results for the development of research in the sciences of language in different fields. We sought, therefore, to establish a possible causal link between the critical thinking of the three authors, joined by a complex network of references, including around Uriel Weinreich (1926-1967), in whose work it could find a possible explanation for the connection between the authors highlighted, although it is not the only one elucidation. Throughout this study, we have, therefore, done research about Latin-Portuguese Grammaticography, Textual Criticism, Romance Philology and Contemporary Sociolinguistics, in such a way as to shed light upon the whole of this complex issue and, consequently, raising data to prove our thesis. In this work, we discuss some linguistic and grammatical concepts, analyzed from the perspective of the temporal dimension, that is, in the long duration of time, which places it in the context of the History of Linguistic Ideas, following the model of Sylvain Auroux (1992, 1998, 2006, 2008); Colombat (2007) and Colombat, Fournier and Puech (2010).
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-03-23
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.