• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2014.tde-19052015-160301
Documento
Autor
Nome completo
Margibel Adriana de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Mosca, Lineide do Lago Salvador (Presidente)
Casella, Paulo Borba
Dias, Ana Rosa Ferreira
Grácio, Rui Alexandre Lalanda Martins
Petri, Maria José Constantino
Título em português
As notícias de crimes: uma análise retórico-argumentativa do discurso jornalístico online por antecipação ao discurso jurídico
Palavras-chave em português
Argumentação
Discurso jornalístico online
Discurso jurídico
Notícias de crimes
Retórica
Resumo em português
O objetivo deste trabalho é analisar notícias de crimes, quando veiculadas concomitante às investigações policiais, logo após o acontecimento de um crime, e que seja de grande repercussão na imprensa. Ao tratarmos de notícias de crimes referimo-nos, respectivamente, às notícias veiculadas online, nos Jornais Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo, ao passo que as notícias do crime referem-se à notitia criminis. Dessa forma, o corpus da pesquisa é constituído pelos boletins de ocorrência, assim como pelas peças das denúncias e das sentenças, além das notícias de crimes dos jornais selecionados, a respeito da morte de Isabella Nardoni e Eloá Cristina. A fundamentação teórica tem por base a Retórica e a Argumentação configurando-se na linha central de pesquisa, que serve também para estabelecer parcialmente a metodologia do estudo. Os principais teóricos que fornecem as bases da pesquisa são Aristóteles (384 322 a.C), Barilli (1985), Perelman e Olbrechts-Tyteca (2005 [1958]), Mosca (2004), Petri (2005), Meyer (2007), Plantin (2012), dentre outros. Além da Retórica e da Argumentação, para situarmos o tema da notícia do crime (notitia criminis), utilizaremos os teóricos Magalhães Gomes Filho (1997), Petri (2005), Tourinho Filho (2008), Capez (2011), principalmente. Quanto ao discurso jornalístico serão tecidas considerações, de acordo com Laje (1986; 2006), Marcondes Filho (1986), Albert & Terrou (1990), Dias (1996), Kucinski (2005) e Albaladejo (2009). Como suporte para tratar das marcas linguísticas expostas na superfície textual, das notícias de crimes, no que se refere ao Discurso Relatado, especialmente, tomaremos por base o estudo de Charaudeau (2008; 2007). Além deste teórico serão tomadas as noções de Grácio (2012) quando for observada a situação argumentativa da peça da sentença. A partir desse referencial teórico, serão analisados os enunciados das manchetes e alguns excertos das notícias, para verificar em quais momentos são feitos os prejulgamentos pelo enunciador-jornalista e quais são as principais características deste discurso. Percebe-se que, ao tratar de notícias de crimes, a imprensa sente-se no direito-dever de investigar, apurar fatos, e que, na maioria das vezes expõe pessoas, sentenciando em caráter definitivo. Assim, como formadora de opinião pública, a imprensa levanta e apresenta provas, investiga suspeitos, transformando-os em acusados, ao enunciar em uma manchete, um acontecimento relacionado a um fato delituoso e principalmente ao afirmar que o suspeito cometeu determinado crime. Todavia, nos casos analisados, observa-se que há uma antecipação em relação a determinados fatos, mesmo que esses não tenham sido registrados discursivamente na peça da denúncia ou da sentença. Deste modo, são determinadas sequências discursivas relatadas pelo jornalismo online que interessam ao presente estudo, com vistas a demonstrar que pode haver um discurso velado, ou até mesmo, um prejulgamento implícito por parte do discurso da mídia. Tais sequências do discurso podem provocar certos efeitos de sentidos e até mesmo influenciar na formação de opinião do auditório universal.
Título em inglês
The crimes news: a rhetoric-argumentative analysis of the online journalistic discourse by anticipating the legal discourse
Palavras-chave em inglês
Argumentation
Legal discourse
News crime
Online journalistic discourse
rhetoric
Resumo em inglês
The aim of this work is to analyze crimes news, when concomitant disclosed to police investigations, immediately after the occurrence of a crime, and that it will bring about a great repercussion in the press. By dealing with crime news we refer, respectively, to the news disclosed online, in the newspaper Folha de São Paulo and O Estado de São Paulo, while the news of crime refer to the notitia criminis. In this way, the corpus of this research is constituted by the police reports, as well as the accusations and the sentences briefs, in addition to the crime news of the selected newspapers, about the death of Isabella Nardoni and Eloá Cristina. The theoretical background is based on the Rhetoric and Argumentation, which is consisted of the principal research line, which also serves to establish partially the methodology of the study. The main theorists that provide the foundations of research are Aristotle (384 322 a.C), Barilli (1985), Perelman and Olbrechts-Tyteca (2005 [1958]), Mosca (2004), Petri (2005), Meyer (2007), Plantin (2012), among others. In addition to the Rhetoric and Argumentation, in order to consider the news of crime (notitia criminis), we will use mainly, the theorists Magalhães Gomes Filho (1997), Petri (2005), Tourinho Filho (2008) and Capez (2011). Concerning the journalistic discourse, it will be made considerations, according to Laje (1986; 2006), Marcondes Filho (1986), Albert & Terrou (1990), Dias (1996), Kucinski (2005) and Albaladejo (2009). As support to treat language imprint exposed on the surface of textual crimes news regarding especially to the reported speech, we will be based on the study of Charaudeau (2008; 2007). In addition to this theorist it will be taken notions from Grácio (2012; 2013), when observed the argumentative situation of sentence brief. From this theoretical background, it will be analyzed the headlines statements and a few excerpts from the news, to check in which moments are made the preconceptions by enunciator-journalist and what are the main features of this speech. It is noticed that, when dealing with crime news, the press feels the right-duty to investigate, ascertain facts that, in the majority, exposing people and definitely sentencing. Thus, as public opinion forming, the press raises and presents evidence, investigating suspects, turning them into accused, when enunciating in a headline, an event related to a criminal suit and mainly, by saying that the suspect committed a particular crime. However, in the analyzed cases, it is observed that there is an anticipation regarding to certain facts, even if these have not been discursively registered, in accusation and in the sentence brief. In this way, there are certain discursive sequences that concern to this study, which are reported by the online journalism, in order to demonstrate that there may be a veiled speech, or even an implied "prejudging" by the media discourse. Such sequences of discourse can cause certain senses effects and even influence the formation of universal Auditorium opinion.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.