• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2019.tde-13032019-093522
Documento
Autor
Nome completo
Raphael Bessa Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Caretta, Elis de Almeida Cardoso (Presidente)
Araujo, Mariangela de
Assis, Rosa Maria Coelho
Ferreira, Eliana Maria Azevedo Roda Pessoa
Goldstein, Norma Seltzer
Título em português
Uma Amazônia poetizada: criações e inovações lexicais na obra de João de Jesus Paes Loureiro
Palavras-chave em português
"Mundamazônico"
Criação neológica
Estilística lexical
Paes Loureiro
Poesia
Resumo em português
O objetivo desta tese é estudar as criações neológicas de campo semântico relacionado ao contexto amazônico presentes na poesia de João de Jesus Paes Loureiro, cujo pensamento poético dialoga com os mitos, crenças e com o imaginário nativo daquela região. Por meio de seu estilo, o autor busca expressar uma relação diferenciada para com a língua portuguesa, valendo-se de neologismos que marcam uma localização geográfica e cultural, buscando subverter a língua num trabalho de artesanato que almeja a renovação da palavra, transmutando-a do seu uso cotidiano para adquirir cargas semânticas variadas, poetizando o que o autor chama de mundamazônico. A partir do diálogo entre as teorias da estilística lexical e da poética formal, além do auxílio do pensamento estético postulado pelo próprio autor em seus ensaios, a pesquisa recolhe as invenções lexicais de contexto amazônico distribuídas ao longo da produção literária de Paes Loureiro, sobretudo as criações que desenvolvem questionamentos sobre a modernização e exploração financeira do norte do Brasil. A recolha do corpus, portanto, não se pretende extensa. Busca-se analisar apenas os neologismos que expressam questões íntimas à amazonicidade e ao aspecto regional. A pesquisa almeja ainda verificar como o estilo do autor desenvolve uma linguagem-rio, palavra reveladora do trabalho da poesia enquanto encantaria da linguagem, conforme aponta o autor. Os livros analisados para a pesquisa foram Porantim; Deslendário; Altar em Chamas; Para ler como quem anda nas ruas; As Encantarias; Artesão das águas; O ser aberto; A loba; Cinco palavras à Virgem de Nazaré; Pentacantos; Epístolas e Baladas; Cantigas de Amar e de Amor; e Tarefa todos inclusos nos volumes I e II das Obras Reunidas e Água de Fonte, Romanceiro do Quem são eles e Iluminação/Iluminuras, de modo a traçar o perfil expressivo que tais criações incidem para compor o estilo do autor.
Título em inglês
A poetic Amazon: lexical creations and innovations in João de Jesus Paes Loureiro's poetry
Palavras-chave em inglês
"Mundamazônico"
Lexical stylistics
Neological creation
Paes Loureiro
Poetry
Resumo em inglês
The aim of this thesis is to study the neological creations of a semantic field related to the Amazonian context present in the poetry of João de Jesus Paes Loureiro, whose poetic thought dialogues with the myths, beliefs and the native imaginary of that region. Through his style, the author seeks to express a differentiated relationship with the Portuguese language, using neologisms that mark a geographical and cultural location, seeking to subvert the language in a work of craftsmanship that seeks the renewal of the word, transmuting it of its daily use to acquire varied semantic loads, poetizing what the author calls "mundamazônico". From the dialogue between the theories of lexical stylistics and formal poetics, in addition to the aesthetic thought of the author himself in his essays, the research collects the lexical inventions of the Amazonian context distributed throughout the literary production of Paes Loureiro, creations that raise questions about the modernization and financial exploration of northern Brazil. The collection of the corpus, therefore, is not intended to be extensive. We seek to analyze only the neologisms that express intimate questions about amazonicity and the regional aspect. The research also seeks to verify how the author's style develops a "river language", a revealing word for the work of poetry while "enchanting the language", as the author points out. The books analyzed for the research were Porantim; Deslendário; Altar em Chamas; Para ler como quem anda nas ruas; As Encantarias; Artesão das águas; O ser aberto; A loba; Cinco palavras à Virgem de Nazaré; Pentacantos; Epístolas e Baladas; Cantigas de Amar e de Amor; e Tarefa all included in volumes I and II of the Obras Reunidas e Água de Fonte, Romanceiro do Quem são eles e Iluminação/Iluminuras, in order to trace the expressive profile that such creations have in order to compose the style of the author.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-03-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.