• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2007.tde-07022008-112845
Documento
Autor
Nome completo
Vanessa Martins do Monte
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Megale, Heitor (Presidente)
Cagliari, Luiz Carlos
Cambraia, Cesar Nardelli
Título em português
Documentos setecentistas: edição semidiplomática e tratamento das sibilantes
Palavras-chave em português
Filologia
História social Brasil
Lingüística histórica
Manuscritos século XVIII
Português do Brasil
Resumo em português
A presente dissertação trata da edição semidiplomática de documentos da segunda metade do século XVIII, conservados no Arquivo Histórico Nacional - Rio de Janeiro, à qual se segue um estudo lingüístico sobre o tratamento das sibilantes nesse corpus. O trabalho apresenta dois objetivos gerais: o primeiro, ligado ao objetivo da disciplina Filologia, é a publicação de uma edição fidedigna e confiável de nove documentos que podem constituir fontes tanto para o estudo da história do Brasil quanto para estudos de história da língua, já que a edição realizada preserva os traços lingüísticos dos documentos; o segundo objetivo é verificar o tratamento dado às sibilantes em documentos setecentistas. Na primeira parte do trabalho, apresenta-se o estudo filológico, que contempla a análise codicológica e a análise paleográfica dos manuscritos. A análise codicológica descreve para cada documento: o suporte material utilizado, com a informação da marca, linhas d'água e filigranas; sua composição, com a quantidade e dimensões dos fólios, bem como a forma de estruturação dos cadernos; a organização da página, com as dimensões das manchas, número de linhas, forma de numeração e localização de reclames; a informação de data, lugar de origem, particularidades e conteúdo. A análise paleográfica estuda a variação grafemática encontrada nos documentos e define os critérios para o estabelecimento dos grafemas utilizados para representar as sibilantes. Ao final da primeira parte, apresenta-se a edição semidiplomática dos manuscritos, acompanhada do fac-símile. A segunda parte do trabalho apresenta a metodologia de levantamento das sibilantes no corpus; um estudo sobre a história dos fonemas sibilantes desde o início da língua portuguesa até o surgimento da primeira norma oficial, em 1911; a norma preconizada pelos ortógrafos de Setecentos; a discussão sobre a existência ou não de uma norma gráfica em Portugal no século XVIII e a análise dos dados encontrados no corpus. Verifica-se que os grafemas ç e z são preferidos pelos autores dos documentos para representar, respectivamente, a sibilante surda e a sibilante sonora. Tal dado parece se relacionar à redução do quadro de quatro sibilantes a apenas duas no português padrão, já que tais grafemas eram utilizados justamente para representar as consoantes sibilantes pré-dorsais, que permaneceram na língua padrão. Comprova-se que a dificuldade dos ortógrafos em elaborar norma para o uso de s e z está de acordo com a confusão entre esses grafemas observada nos manuscritos. Duas importantes conclusões referem-se à primeira parte do trabalho. A primeira é que não se pode elaborar uma edição fidedigna e confiável prescindindo de um estudo filológico, que contemple as análises codicológica e paleográfica. A segunda, ligada à paleografia, demonstra que a determinação de um grafema não depende somente da morfologia da letra, que, comparada a outras ocorrências dentro do mesmo punho, revelará a melhor leitura, mas depende também do estudo das ocorrências em contextos específicos de posicionamento silábico.
Título em inglês
Seventeenth century documents: semidiplomatic edition and sibilant treatment
Palavras-chave em inglês
Brazil social history
Brazilian portuguese
Historical linguistic
Manuscripts 18th century
Philology
Resumo em inglês
The present dissertation treats of the semidiplomatic edition of documents dated from the second half of the 18th century and conserved at the Arquivo Histórico Nacional - Rio de Janeiro and it proposes a study of the sibilant treatment in this corpus. The paper has two general objectives: the first, related to the purpose of Philology as a discipline, which is the publishing of a faithful and reliable edition of the set of nine documents that constitute a source for the study of Brazilian history as well as for the study of the history of the language, once the presented edition preservs the linguistic traces of the documents. The second objective is to study the treatment given to the sibilant in 18th century documents. In the first part, it is presented a philological study which comprehends a codicological and a paleographical analysis of the manuscripts. The codicological analysis describes for each set of documents: the employed support, with information about the brand, waterlines and filigrees; its composition with the quantity and dimensions of the folio, as well as its structure; the page organization, with the number of lines, ways of numbering and localization of the catchwords; date, place of origin, particularities and contents. The paleographical analysis refers to the study of the graphematic variation found in the documents and the criteria for the establishment of the graphema used to represent the sibilants. At the end of the first part, it is presented the semidiplomatic edition of the manuscripts, followed by the fac-simile. In the second part of this work it is presented the methodology for the sibilant surveying in the corpus, a study of the sibilant phonemes since the origin of the Portuguese Language until the first official norm which came out in 1911; the norm proclaimed by the orthographers of that century; the discussion about the existence of an official ortographical rule in Portugal in the 18th century and the corpus data analysis. It is noticed that the graphemes ç e z are preferred by the authors to represent, respectively the voiceless sibilant and the voiced sibilant. Such fact seems to be related to the reduction of the four sibilants into only two in the standard Portuguese, since such graphemes were used to represent the predorsals sibilant consonants, which remained in the standard language. It is proved that the difficulty of the orthographers elaborating a rule for the use of s and z is in accordance to the confusion between these graphemes observed in the manuscripts.Two important conclusions can be related to the first part of this dissertation. The first one is that it's not possible to elaborate a faithful and reliable edition leaving aside a philological study which fullfill both codicological and paleographical analyses. The second, related to the paleography, demonstrates that the determination of a grapheme doesn't depend only on the morphology of the letter, which compared to other occurrences inside the same handwriting, will reveal the best reading, but it also depends on the study of the occurrences in specific contexts of silabic position.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-02-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.