• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2007.tde-04102007-135055
Documento
Autor
Nome completo
Erika Inoue Nagase
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Morais, Maria Aparecida Correa R Torres (Presidente)
Cyrino, Sônia Maria Lazzarini
Scher, Ana Paula
Título em português
A inversão locativa no português brasileiro
Palavras-chave em português
EPP
Inversão do sujeito
Inversão locativa
Ordem VS
Topicalização de PPs
Resumo em português
Na presente pesquisa analisamos as construções que envolvem as estruturas de IL sob a perspectiva da Teoria Gerativa em sua versão de Princípios e Parâmetros (Chomsky 1981, 1986). É considerado um fenômeno de inacusatividade e um fenômeno discursivo em línguas como o inglês e o espanhol. Sua estrutura padrão é a ordem PP V DP, em que o PP é um locativo (LOC) e o DP é um argumento tema em posição pós-verbal. Partimos de uma análise léxico-funcional de Bresnan (1994) que postula a Hipótese do Foco Apresentacional para explicar a função discursiva da construção. Em seguida, apresentamos a análise discursiva de Levin & Rappaport Hovav (1995) que propõem a Hipótese do Verbo Informacionalmente Leve. A terceira análise traz uma visão minimalista recente sobre a construção através da descrição de fenômenos que se inter-relacionam - a IL, a topicalização de PPs e o EPP. Para a análise da IL é fundamental investigar onde se coloca o PB atualmente dentro do parâmetro do sujeito nulo, como se dá a atribuição de Caso nominativo ao sujeito e em que contextos ocorre a inversão nessa língua. Assim, fazemos uma breve revisão da literatura do PB, partindo da Hipótese do Caso Partitivo, passando pela a Hipótese de Mono-Argumentalidade, até chegar nas sentenças com SUJs invertidos tanto com verbos mono-argumentais quanto com VTs. Referenciamos um dos primeiros trabalhos sobre a IL, em que Barbosa (1989) nos oferece algumas intuições iniciais para uma análise do fenômeno. Já Pilati (2002) descreve as construções de IL como um dos tipos de sentenças apresentativas e Quarezemin (2006) propõe que estas construções são motivadas por tal função discursiva pelo fato de seus SUJs serem interpretados como o FOC das sentenças. Em seguida, apresentamos uma proposta de análise para a IL, mostrando que há dois tipos de ILs - a IL propriamente dita e a IL discursiva. O último capítulo apresenta as considerações finais desta pesquisa, apontando algumas semelhanças entre a construção da IL e as construções de topicalização sem preposição. Mais do que propor uma análise para a IL no PB, nosso objetivo é mostrar a importância de tal fenômeno num âmbito maior dos estudos da gramática do PB, considerando que a IL pode ser uma pista que caracterizaria o PB como uma língua de traço EPP.
Título em inglês
Locative inversion in Brazilian Portuguese
Palavras-chave em inglês
EPP
Locative inversion
Subject inversion
Topicalization of PPs
VS order
Resumo em inglês
In this dissertation we analyse constructions that involve inversion locative (IL) structures under the Government and Binding framework of the Generative Theory (Chomsky 1981, 1986). IL is considered an unaccusativity and discourse-like phenomenon in languages like English and Spanish. Its pattern structure is the order PP V DP, in which the PP is a locative and the DP is theme argument placed in postverbal position. We departure from a lexical functional analysis from Bresnan (1994) that postulates the Presentational Focus Hypothesis in order to explain the discourse-like function of the construction. In the sequence we present a dicourse-like analysis from Levin & Rappaport Hovav (1995) that proposes the Informationally Light Verb Hypothesis. A third analysis brings a recent minimalist view of the construction through the description of some phenomena that are interrelated - the IL, the topicalization of PPs and the EPP. In order to analyse the IL in Brazilian Portuguese (BP) it is primordial to investigate where BP can be placed within the pro-drop parameter, how nominative Case can be assigned to the subject and in which contexts the inversion occurs in this language. Hence, we do a brief review of the BP literature, departuring from the partitive Case, going to the Intransitive Hypothesis up to sentences with inverted subjects with both intransitive and transitive verbs. We mention one of the first papers about IL in Portuguese, in which Barbosa (1989) offers us some intuitions for an analysis to this phenomenon. Pilati (2002) describes the IL constructions as presentational sentences and Quarezemin (2006) proposes that these constructions are motivated by a dicourse-like function since its subjects must be interpretated as the focus of the sentences. After that we present an analysis to the IL in BP, showing that there are two different kinds of IL - the IL itself and the discourse-like IL. The last chapter presents the conclusions of this research, pointing some similarities between the IL constructions and the topicalization of PPs. More than proposing an analysis to the IL in BP our goal is to show the importance of such phenomenon in a more general view of the BP grammatical studies, considering that IL can be a clue that would characterize BP as an EPP language.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-10-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.