• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Karina Viana Ciocchi Sassi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Hernandes, Maria Célia Pereira Lima (Presidente)
Defendi, Cristina Lopomo
Dias, Nilza Barrozo
Paula, Fraulein Vidigal de
Título em português
Vai, caramba! ... Desliga isso!!!: estratégias pragmáticas da linguagem infantil para a reconquista do espaço de atenção conjunta numa perspectiva cognitivo-funcional
Palavras-chave em português
Aquisição de linguagem
Espaço de atenção conjunta
Linguagem corporal infantil
Ludismo
Pragmática
Resumo em português
Nesta dissertação, foram investigadas as estratégias pragmáticas que crianças empregam para recuperar a atenção da mãe numa cena de interação denominada EAC (Espaço de Atenção Conjunta). Por meio de vídeos doados por mães em momentos de interação lúdica com seus filhos em ambiente doméstico, identificamos e categorizamos algumas estratégias evidenciadas por conhecimentos pragmáticos e culturais na linguagem infantil de crianças de 2 a 6 anos. Concluímos que, além da atuação de aspectos físicos (por exemplo, do aparelho fonador), de aspectos processuais (por exemplo, os contextos interativos) e aspectos psíquicos (por exemplo, a vontade), são fatores socioculturais que, em paralelo, atuam para que a criança alcance a atenção da mãe, condição precípua para que restabeleça o EAC. Identificamos que as estratégias pragmáticas variariam em grau de complexidade a depender da maturidade das crianças. As crianças de mais tenra idade e de menor maturidade tendem a mobilizar mais o corpo como ferramenta manipulatória, e as mais maduras tendem a evidenciar seu background cultural, além das estratégias remanescentes da protolíngua (conceito inspirado em Damásio para remeter aos estágios mais incipientes de interação durante o processo de aquisição de linguagem). Constatamos, durante as análises, que as ideias de gradação e de complexidade legitimam-se como traços definidores de atitudes pragmáticas, adotadas por crianças, hoje concebidas como parte de um grande grupo heterogêneo chamado primeira infância, mas que podem ser realocadas em dois grupos etários: de 2 a 4 anos; e de 5 a 6 anos. Esse rearranjo reflete a descoberta de que as estratégias para retomada de EAC distinguem-se nesses dois grupos, fazendo cair por terra a referência generalizante primeira infância.
Título em inglês
Go, damn it! ... Turn it off!!!: pragmatic strategies in children's language for reconquering the joint attention environment in a functional-cognitive perspective
Palavras-chave em inglês
Acquisition of language
Children's body language
Joint attention environment
Playfulness
Pragmatics
Resumo em inglês
In this dissertation, we investigated the pragmatic strategies that children use to recover their mother's attention, in an interaction scene called JAE (Joint Attention Environment) EAC, in Portuguese. Using videos donated by mothers, in moments of playful interaction with their children, in a domestic environment, we identify and categorize some strategies evidenced by pragmatic and cultural knowledge in the language of children from 2 to 6 years. We conclude that, in addition to the physical aspects (e.g.: speech articulators), processual aspects (e.g.: interactive contexts) and psychic aspects (e.g.: willingness), there are sociocultural factors that, in parallel, act for a child to reach the attention of the mother, an essential condition for restoring the JAE. We also identified that the pragmatic strategies vary in degree of complexity, depending on the maturity of the children. Children from an early age and less mature tend to mobilize more the body, as a manipulative tool, and the ones more mature tend to evidence their cultural background, in addition to the remaining strategies of the protolanguage (a concept inspired by Damásios works to refer to the most incipient stages of interaction throughout the language acquisition process). During analysis, we noticed that the ideas of gradation and complexity are legitimized as defining traits of pragmatic attitudes adopted by children, which have been conceived as part of a larger heterogeneous group called "early childhood". We understand that those defining traits can be reallocated in two age groups: from 2 to 4 years; and from 5 to 6 years. These rearrangements reflect the findings that approaches for retaking JAE differ in these two groups, bringing down this "early childhood" generalizing reference.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.