• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2006.tde-02102006-221207
Documento
Autor
Nome completo
Artarxerxes Tiago Tacito Modesto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Angela Cecilia de Souza (Presidente)
Jubran, Clélia Cândida Abreu Spinardi
Silva, Luiz Antonio da
Título em português
"Formas de tratamento no português brasileiro: a alternância tu/você na cidade de Santos - SP"
Palavras-chave em português
formas de tratamento
Funcionalismo
pronomes
Sociolingüística
variedade lingüística
Resumo em português
Esta pesquisa visa a descrever e explicar o uso das formas de tratamento tu e você em Santos, cidade do litoral do Estado de São Paulo, levando em consideração aspectos sociolingüísticos e pragmático-discursivos, que atuam na alternância destas formas. Há, segundo RAMOS (2001), dois pontos de vista que têm norteado as pesquisas sobre as formas de tratamento: um de natureza sócio-histórica, que leva em consideração o uso amplo de você como uma opção por um tratamento igualitário, e outro que trata o problema como um processo de mudança baseado na implementação da forma você com estatuto pronominal, que desta forma vem alterando a concordância e acarretando muitas mudanças no sistema pronominal a partir de meados dos séculos XIX. Assim, este trabalho apresenta um estudo quantitativo das formas de tratamento tu e você em Santos, buscando os fatores relevantes para a primeira das duas abordagens sugeridas, além de fazer algumas considerações acerca da segunda abordagem. Com o suporte da metodologia da Sociolingüística Variacionista Laboviana, busca-se explicitar até que ponto as diferentes situações interacionais levam os falantes a escolherem uma ou outra forma pronominal. Constituem o corpus analisado 20 inquéritos correspondentes a textos conversacionais realizados entre falantes santistas. Em outras palavras, busca-se verificar em que medida fatores discursivos (referenciação, expressividade,monitoramento), ao lado dos fatores sociais (gênero, faixa etária, escolaridade dos informantes) e um lingüístico (função sintática da forma de tratamento), podem explicar o fenômeno. Adota-se, por conseguinte, uma perspectiva funcionalista de análise, já que se leva em conta toda a situação comunicativa: o propósito do evento da fala, seus participantes e o contexto discursivo.
Título em inglês
Pronouns of Address in Brazilian Portuguese: the alternance of tu/você in Santos - SP
Palavras-chave em inglês
Functionalism
linguistic variety
pronouns
pronouns of address
Sociolinguistics
Resumo em inglês
This research aims to describe and explain the ways of address “tu” and “você” in Santos, city of the coast of São Paulo, considering sociolinguistic and pragmatic discursive aspects that act on the alternation of these forms. There is, according to RAMOS(2001), two points of view that have lead the researches on the ways of address: one of socio- historical nature, that considers the ample use of “você” as an option for equalitarian treatment, and another one that sees the problem as a change in process problem, based on the implementation of the form “você” with a pronominal statute, causing by this way modifications in the concordance and provocating many changes in the pronominal system since the middle of the XIX centuries. Therefore, this work presents a quantitative study of the ways of address “tu” and “você” in Santos, looking for the relevant factors presented by the first of these two approaches above, but it makes some considerations about the second approach too. Supported by the Labovian Variacionist Sociolinguistic Methodology, it looks to explicit how the different interacional situations lead the speakers to select one or another pronominal form. The corpus is composed by 20 recordings of santistas speakers conversations. By other words, it looks for verifying how the discursive factors (referentiation, expressivity, monitoring), sided by social factors (gender, age, scholarship of the speakers) and a linguistic factor (syntactic function of the ways of address), can explain the phenomena. It takes, therefore, a functionalist perspective of analysis, because it considers all the communicative situation: the speaking event proposal, its participants and the discursive context.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tratamento_arta.pdf (723.08 Kbytes)
Data de Publicação
2006-10-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.