• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2009.tde-01092009-115644
Documento
Autor
Nome completo
Marcus Vinicius Knupp Barretto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Araujo, Gabriel Antunes de (Presidente)
Ferreira, Rogerio Vicente
Petter, Margarida Maria Taddoni
Título em português
Contribuições da língua portuguesa e das línguas africanas quicongo e bini para a constituição do crioulo sãotomense
Palavras-chave em português
Contato de línguas
Crioulos
Metaplasmos
Sãotomense
Substrato
Superstrato
Resumo em português
O objetivo desta dissertação é apresentar e discutir alguns processos fonológicos de adição e subtração de elementos (metaplasmos) na língua sãotomense. Neste trabalho, faremos uma comparação entre as contribuições das línguas portuguesa, quicongo e bini. Entre os séculos XV e XVI, diversas línguas nasceram do contato entre europeus e povos da África, Ásia e América. Chamadas de pidgins e crioulos, essas línguas contam com contribuições linguísticas da língua do povo dominador (língua de superstrato) e com contribuições da(s) língua(s) do(s) povo(s) dominado(s) (língua(s) de substrato). O sãotomense, língua falada atualmente na República de São Tomé e Príncipe, é uma dessas línguas, classificada como crioulo de base portuguesa, e conta com o português seiscentista como língua de superstrato e com línguas africanas, dentre elas o quicongo e o bini como línguas de substrato. Ao longo deste trabalho, analisaremos algumas das influências das línguas de substrato e superstrato na constituição do sãotomense. As contribuições das línguas de superstrato estão, majoritariamente, relacionadas à composição do léxico e as das línguas de substrato na fonologia, morfologia e sintaxe, embora também haja traços inovadores. No caso do sãotomense, as palavras portuguesas, ao entrarem no léxico do sãotomense, sofreram metaplasmos para se adequar à estrutura das línguas africanas dos primeiros falantes, sem, contudo, evitar que a língua portuguesa também contribuísse para a constituição da fonologia do sãotomense. Uma das contribuições do quicongo na fonologia do sãotomense é o lambdacismo transformação de [r] em [l] durante o processo de empréstimos, enquanto a língua portuguesa contribuiu com a eliminação do sistema tonal, presente em quicongo e bini, mas não em português.
Título em inglês
Contributions of portuguese and african languages Bini and Kongo and the formation of creole spoken in the Democratic Republic of São Tomé and Príncipe
Palavras-chave em inglês
Creoles
Languages in contact
Metaplasm
Sãotomense
Substratum
Superstratum
Resumo em inglês
The goal of this dissertation is to describe and analyse some phonological aspects of Sãotomense. In this word, we compare a number of linguistics contributions from the Portuguese, Kongo and Bini languages to Sãotomense, a Portuguese-based Creole spoken in the Democratic Republic of São Tomé and Príncipe. A Creole language displays linguistic characteristic both from its superstratum and its substratum languages. Sãotomense has the seventeenth centurys Portuguese as its superstratum language and many African languages, among them Kongo and Bini, as its substrata languages. In this work, I intend to analyze some of the influences of these strata languages in the formation of Sãotomense phonology. In general terms, most of the contributions from the superstratum languages are related to the Lexicon. Substratum languages, by its turn, heavily contribute to the phonology, morphology and syntax, although there are in the Creoles languages innovative linguistics aspects as well. In the specific case of Sãotomense, Portuguese words undergone many linguistics processes, some of them called metaplasms, in order to be adapted by the structure of African languages speakers, but this fact did not avoid that Portuguese language also contributed to the phonology constitution of Sãotomense. A possible African contribution to the phonology of Sãotomense is the so-called lambdacism the transformation of a [r] into a [l] during the process of loanword adaptation from the Kongo language. Portuguese, for example, probably, contributed with the elimination of tones, present in Kongo and Bini and in many others African languages, but not in Portuguese.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-09-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.