• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Dario de Araujo Cardoso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Campos, Norma Discini de (Presidente)
Barros, Mariana Luz Pessoa de
Lopes, Ivã Carlos
Silva, Sueli Maria Ramos da
Tatit, Luiz Augusto de Moraes
Título em português
Corpo e presença na Bíblia Sagrada
Palavras-chave em português
Bíblia Sagrada
Corpo sensível
Enunciação
Estado epistêmico
Presença semiótica
Resumo em português
Nesta tese, explicitamos os mecanismos de produção de sentido que discursivizam a Bíblia Sagrada como Palavra Revelada de Deus. Mostramos como o texto bíblico, na qualidade de enunciado marcado por pessoa, tempo e espaço definidos, constrói para si o sentido de discurso omnipessoal, omnitemporal e omniespacial promovendo o processo de significação e de permanência que o qualifica como texto fundador do cristianismo. Defendemos a tese de que o texto bíblico discursiviza de modo peculiar o mundo divino e seus atores e produz, em termos de presença, um impacto que mobiliza o enunciatário, como corpo sensível, a um fazer interpretativo que o sanciona e acolhe o conhecimento apresentado como Palavra Revelada de Deus. Dessa maneira, o discurso promove uma transformação no estado epistêmico do enunciatário e demanda dele uma resposta cognitiva e ética orientada pela axiologia cristã. Discutimos a formação e a delimitação do corpo actorial nas narrativas bíblicas do Evangelho de Lucas e em Atos dos Apóstolos. Utilizando o conceito de narratividade da enunciação, defendemos que esses textos constroem, por meio da enunciação enunciada, uma peculiar cena enunciativa em que o enunciador é o sujeito de uma performance que constitui o mundo divino, em que Deus é o arquienunciador e o Destinador transcendente. Esse movimento promove o estabelecimento de um contrato de veridicção também peculiar que faz com que o sobrenatural seja a expectativa do gênero e o meio de configuração e confirmação da presença divina. O deslocamento actancial do enunciador para um destinador compatível com a Palavra Revelada funda-se no conceito greimasiano de Destinador transcendente. Permeiam, pois, os movimentos de garimpo feito da discursivização da Palavra Revelada a Semiótica de raiz greimasiana e, a partir do instrumental da Semiótica tensiva, descrevemos os efeitos subjetais promovidos pela discursivização da presença divina no texto bíblico. O encadeamento de programas narrativos promove um ritmo assomo-resolução que mantém a tensão e o impacto sensível ao longo do texto. É um ritmo que gera também no enunciatário um esforço em busca da reorganização afetiva, o que é descrito como um pervir sensibilizado que ampara a transformação do estado epistêmico do sujeito. Por fim, entendemos ter comprovado que é possível e é viável examinar a Bíblia como um discurso entre outros, de modo que essa transformação epistêmica seja o fundamento para uma série de mudanças cognitivas e éticas que dão suporte a práticas cristãs como a própria leitura bíblica, a que sucedem a memorização de passagens, a participação em estudos bíblicos e sermões e a divulgação do conteúdo e da ética cristã a não crentes.
Título em inglês
Body and presence in The Holy Bible
Palavras-chave em inglês
Enunciation
Epistemic state
Holy Bible
Presence semiotic
Sensitive body
Resumo em inglês
In this thesis we have specified the mechanisms of production of meaning that put The Holy Bible as discourse making it the Revealed Word of God. We show how the biblical text, as utterance marked by person, time and space set, builds for itself the sense of omni personal, omni temporal and omni spatial speech promoting the process of signification and residence that qualifies it as a founding text of Christianity. We defend the thesis that the biblical text put in discourse in a peculiar way the divine world and his actors and it produces, in terms of a presence, an impact that mobilizes the enunciatary, as sensitive body, to make the interpretive act that sanctions and receive the knowledge submited as Revealed Word of God. In this way, the discourse promotes a transformation in the epistemic state of enunciatary and demand a cognitive and ethical response guided by Christian axiology. We discuss the formation and delimitation of the actorial body in biblical narrative from the Gospel of Luke and the Acts of the Apostles. Using the concept of narrativity of enunciation, we demonstrate that, by means of the enunciate enunciation, this texts builds a peculiar enunciative scene in which the enunciator is the subject of a performance. This performance sets up the divine world where God is the arquienunciator and the Transcendent Destinador. This movement promotes the establishment of a peculiar veridiction contract that makes the supernatural to be installed as the expectation of the genre and the means of setting and confirming the divine presence. That actancial displacement of the enunciator to a destinator compatible with the Revealed Word is based on the greimasian concept of Transcendent Destinador. The moviments of minning done on the discourse of the Revealed Word permeate the greimasian semiotics and from the instrumental of the tensive semiotics, we describe the subjectals effects promoted by the constructed discourse of the divine presence in the biblical text. We demonstrate that the chaining of narrative programs promotes an astonishment-resolution rhythm that keeps the tension and the sensitive impact throughout the text. Its a rhythm who generates also in the enunciatary an effort in search of affective reorganization described as a sensibilized exercise that holds the transformation of the epistemic status of the subject. Finally, we understant to have confirm that is possible e viable to examine the Bible as a discourse among others, for what we show that this epistemic transformation is the basis for a series of cognitive and ethical changes that support Christian practices like reading the Bible, the memorization of passages, participating in Bible studies and sermons and the dissemination of Christian content and of ethics to non-believers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-02-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.