• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
Documento
Autor
Nombre completo
Marília Silva Vieira
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2016
Director
Tribunal
Campos, Norma Discini de (Presidente)
Gonçalves, Sebastião Carlos Leite
Negrão, Esmeralda Vailati
Oushiro, Lívia
Souza, Paulo Chagas de
Título en portugués
Aí, daí então em Campo Grande e São Paulo: análise sociofuncionalista no domínio da causalidade
Palabras clave en portugués

Campo Grande
Daí
Então
Gramaticalização
São Paulo
Sociofuncionalismo
Resumen en portugués
Fundamentada na interface entre a Sociolinguística (Labov, 1978; 2008 [1972]; 2001; Lavandera, 1978) e as teorias de gramaticalização, (Halliday, 1985; Hopper & Traugott, 1991; Givón, 1995), esta tese investiga o uso variável dos itens aí, daí e então em contextos de causalidade (no domínio referencial - Sweetser, 1991), o que posiciona este trabalho no quadro de estudos sociofuncionalistas (Naro & Braga, 2001). Os dados foram extraídos de 48 entrevistas sociolinguísticas com nativos de Campo Grande (capital do Mato Grosso do Sul) e 48 com paulistanos (nativos da cidade de São Paulo e parte do córpus do Projeto SP2010: Construção de uma amostra de fala paulistana). Tais amostras foram estratificadas de acordo com as variáveis sexo/gênero, faixa etária (20-35; 35-59; 60 anos ou mais) e nível de escolaridade. Depois de descrever a trajetória de gramaticalização das três formas, esta tese examina os grupos de fatores que se correlacionam com seus empregos na expressão da causalidade referencial. As variáveis linguísticas são: sequência discursiva (narrativa, descritiva, expositiva e argumentativa), status da informação (velha, inferível, nova), gradiência do tópico discursivo (intratópico, intertópico), aspecto lexical (duração, telicidade, dinamismo) e aspecto gramatical (perfectivo, imperfectivo, resultativo e indeterminado). As análises revelam que então é a forma preferida em ambas as cidades (embora seja ligeiramente mais frequente em São Paulo, esta não é uma diferença estatisticamente significativa). Esta forma também é favorecida entre os falantes de nível universitário, em ambas as cidades, o que sugere que é possivelmente avaliada como a mais prestigiosa entre as três (seguindo a hipótese inicial, com base em gramáticas tradicionais, como Cunha & Cintra, 2001). No entanto, não existe uma correlação entre sexo/gênero e esta variável (ao contrário da tendência esperada de que as mulheres preferissem então, relativamente aos homens). Este fato permite um debate em torno do conceito de prestígio, quando se trata de variáveis discursivas. Além disso, não foram selecionadas exatamente as mesmas variáveis na análise de cada amostra: nível de escolaridade e aspecto gramatical são estatisticamente significativas para ambas as capitais; faixa etária foi selecionada para São Paulo (mas não para Campo Grande), enquanto sequência discursiva foi selecionada para Campo Grande (mas não para São Paulo). Na fala paulistana, então é a forma desfavorecida entre os informantes da segunda faixa etária, o que pode ser interpretado como um indício de uma mudança no estatuto social de aí e daí. No geral, os resultados sugerem que, embora então seja a forma preferida, a variável em foco é condicionada de modo diferente nas duas comunidades.
Título en inglés
Aí, daí and então in Campo Grande and São Paulo: a sociofunctionalist analysis in the causality domain
Palabras clave en inglés

Campo Grande
Daí
Então
Grammaticalization
São Paulo
Sociofunctionalism
Resumen en inglés
Grounded at the interface between Sociolinguistics (Labov, 1978; 2008 [1972]; 2001; Lavandera, 1978) and grammaticalization theories (Halliday, 1985; Hopper & Traugott, 1991; Givón, 1995), this dissertation investigates the interchangeable use of three discourse items aí, daí and então so, then in contexts of sentence combining to express causality (in the referential domain Sweetser, 1991), thus placing this research within the framework of sociofunctionalism (Naro & Braga, 2001). The data were extracted from 48 sociolinguistic interviews with natives from Campo Grande (the capital of the state of Mato Grosso do Sul) and 48 with paulistanos (natives of the city of São Paulo, part of the project SP2010: Construction of a Sample of Paulistano Speech). These samples are stratified by the speakers sex/gender, age group (20-35; 35-59; 60 or older) and level of education (High School or College). After describing the grammaticalization trajectory of these three forms, the dissertation examines the factor groups that correlate to their variable use. These are: discourse sequence (narrative, descriptive, expositive, argumentative), information status (old, new, inferrable), topic gradience (intratopic, intertopic), lexical aspect (duration, telicity, dynamism) and grammatical aspect (perfective, imperfective, resultative, indeterminate). The analyses reveal that então is similarly preferred in both cities (while its slightly more frequent in São Paulo, such difference is not statistically significant). This form is also favored among college-lepvel speakers, in both cities, which suggests that it is possibly evaluated as the most prestigious of the three forms (following the initial hypothesis, based on traditional grammars such as Cunha & Cintra, 2001). However, there is no correlation between sex/gender and this variable. This is contrary to the expected tendency for women to prefer então the more prestigious form. This fact allows for a debate, when it comes to discourse variables, around the concept of prestige. Furthermore the variables selected in the analysis of each sample were not exactly the same: level of education and grammatical aspect are statistically significant for both, but age group was selected for São Paulo (but not for Campo Grande), while discourse sequence was selected for Campo Grande (but not for São Paulo). In São Paulo, então is disfavored by the speakers of the intermediate age group, which can be interpreted as an indication of change in the social value of aí and daí. Overall, the results show indicate that, although então is the preferred form, it is conditioned differently in the communities.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-08-16
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2014. Todos los derechos reservados.