• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2014.tde-16012015-145249
Documento
Autor
Nome completo
Eliane Soares de Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Barros, Diana Luz Pessoa de (Presidente)
Baldan, Maria de Lourdes Ortiz Gandini
Mancini, Renata Ciampone
Taille, Elizabeth Harkot de La
Tatit, Luiz Augusto de Moraes
Título em português
Entre compaixão e piedade: o estudo das paixões em semiótica
Palavras-chave em português
Afeto
Compaixão
Interação
Percepção
Piedade
Valor
Resumo em português
Quando o interesse pelos afetos surgiu na semiótica greimasiana, a problemática da enunciação, do discurso em ato, ainda não era trazida à luz de modo significativo. Propôs-se um estudo no domínio do discurso debreado, com a investigação - ainda que constatando as indicações e características de um outro universo de significação, o sensível - orientada predominantemente pela gramática da ação, amplamente desenvolvida no quadro teórico-metodológico da disciplina. As paixões passaram a ser vistas, desde então, na perspectiva da teoria, como um arranjo de modalidades, como efeitos de sentido de qualificações modais que alteram o sujeito de estado. A articulação modal permite, sem dúvida, definir a maneira de ser que "sensibiliza" o esquema narrativo e o rege, identificando os estados dos sujeitos narrativos. Ela está, de fato, na base da configuração patêmica, uma vez que os arranjos modais definem mesmo o ser do sujeito e o conflito que caracteriza seus "estados de alma", tornando possível a depreensão das fases da manifestação afetiva enunciada e o seu papel na produção de uma dada paixão. Por outro lado, as modalidades por si mesmas não explicam o "excesso" propriamente dito, a intensidade das modulações que subjazem à estrutura modal e a patemizam. Nesse sentido, a pesquisa aqui apresentada se concentra na tentativa de contribuir para a expansão e reformulação do modelo semiótico de análise das paixões, mostrando a legitimidade e os rendimentos da incorporação das circunstâncias perceptivas, de articulação entre o sensível e o inteligível, como dispositivos constituintes e determinantes da configuração de uma dada interação patêmica. Retomando a discussão apresentada nas páginas introdutórias de Semiótica das paixões (GREIMAS; FONTANILLE, 1993) e aquela presente em alguns dos verbetes de Tensão e significação (FONTANILLE; ZILBERBERG, 2001), defenderemos - a partir da análise de paixões semelhantes, como é o caso da compaixão e da piedade - que, além do exame das modalidades estruturantes do núcleo passional, é preciso atentar também, senão sobretudo, às precondições desta articulação modal, concebida, a paixão, como resultado de correlações sensíveis e inteligíveis. Consideraremos, pois, o estado juntivo que caracteriza sujeito e objeto, a existência semiótica, como uma relação de percepção, na qual prevalece a problemática das modulações e do discurso em ato. Importa a nossa investigação compreender o processo de configuração da interação passional na própria manifestação do acontecimento da semiose, para o que postulamos uma análise dos afetos que não se prenda unicamente à passionalidade do sujeito enunciado, ou ao discurso apaixonado do sujeito enunciante, mas sim à própria emergência passional da relação intersubjetiva, às condições enunciativas de sua produção
Título em inglês
Between compassion and pity: the study of passions in semiotics
Palavras-chave em inglês
Affection
Compassion
Interaction
Perception
Pity
Value
Resumo em inglês
By the time the interest in affections arose in Paris School (Greimassian) semiotics, the issue of enunciation, of the discourse in act had not been significantly raised yet. A proposal for a study in the field of the enunciated discourse was then put forward. Even though signs and characteristics of another universe of signification - the sensitive one - were perceived, the analysis of the enunciated discourse remained primarily oriented by the grammar of action, widely developed in the theoretical-methodological scope of this field of study. Since then passions have been seen from the theoretical perspective as an arrangement of modalities, as signification effects of modal qualifications which alter the subject's state. Modal articulation definitely helps to define the subject's way of being, which not only makes the narrative scheme more sensitive but also rules it, identifying the subject 's states in the narrative. In fact, the modal articulation provides the basis for the pathos configuration, as modal arrangements define both the subject's being and the conflict which characterizes the subject's state of feelings, making it possible to notice the manifestation phases of the enunciated affections and their role in the creation of a given passion. On the other hand, modalities by themselves do not explain excess - the intensity of the modulations underlying the modal structure and making it more sensitive. Therefore, this research aims to contribute to expand and restructure the semiotic model of passion analysis, showing the legitimacy and the improvements resulting from the incorporation of perceptive circumstances, the articulation between sensitive aspects and intelligible ones used as constituent and defining devices to outline a given integration of affections. Retrieving the discussion presented in the introductory pages of The Semiotics of passions (Greimas; Fontanille, 1992) as well as in some chapters of Tension and signification (Fontanille; Zilberberg, 1998), we intend to defend the idea, based on the analysis of similar passions such as compassion and pity, that it is not only important to examine the structural modalities in the passionate nucleus but it is also mostly important to focus on the preconditions of such modal articulation conceiving a passion as a result of sensitive and intelligible correlations. We will therefore consider the junction state, which characterizes subject and object, the semiotic existence, as a relation of perception in which the issue of modulations and discourse in act is dominant. It is also relevant for this study to understand the configuration process of the emotional interaction in the actual manifestation of the semiosis event, for which we propose an analysis of affections. As well as dealing with the enunciated subject's passions and the enunciator's passionate discourse, this analysis aims to highlight the passionate emergency of the intersubjective relation and the enunciating conditions of its creation process
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.