• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2007.tde-13112007-103644
Documento
Autor
Nome completo
Renata Lúcia Moreira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Viotti, Evani de Carvalho (Presidente)
Fiorin, Jose Luiz
Possenti, Sirio
Título em português
Uma descrição de Dêixis de Pessoa na língua de sinais brasileira: pronomes pessoais e verbos indicadores
Palavras-chave em português
Dêixis de pessoa
Espaços mentais
Língua de sinais brasileira
Pronomes pessoais
Verbos indicadores
Resumo em português
Esta dissertação apresenta uma proposta de descrição da dêixis de pessoa na língua de sinais brasileira. Nas línguas de sinais, a dêixis de pessoa é realizada substancialmente por meio de dois tipos de sinais de apontamento: os pronomes pessoais e os verbos indicadores. O objetivo de minha pesquisa é dar início à descrição desses dois tipos de sinais, tomando por base o trabalho de Liddell (2003), que analisa a dêixis de pessoa na língua de sinais americana, no âmbito da gramática cognitiva (Langacker, 1991) e da teoria de espaços mentais (Fauconnier, 1994 [1985]; Fauconnier & Turner, 1998). Segundo Liddell, tanto os pronomes pessoais quanto os verbos indicadores têm a propriedade de ser realizados e localizados no espaço físico em frente e ao redor do corpo do sinalizador e de apontar, dentro desse espaço, para um local que está associado, no discurso, a uma representação mental do(s) seu(s) referente(s). Para o autor, os sinais dêiticos são formados por duas partes: uma lingüística, que é invariável, e uma outra que é dêitica, ou seja, que varia conforme a situação discursiva. Para fazer a descrição dos pronomes pessoais e dos verbos indicadores da língua de sinais brasileira, analisei (i) dados levantados do dicionário de Capovilla & Raphael (2001); (ii) dados que foram eliciados de colaboradores surdos, e (iii) dados de língua em uso que foram obtidos por meio de uma narrativa infantil contada por uma surda. Com os estudos empíricos realizados e a construção e uma transcrição da narrativa, foi possível (i) descrever a maneira como os surdos usam o espaço de sinalização, para construir, representar e caracterizar as personagens da história (ou interlocutores) que são apontados pelos sinais dêiticos; (ii) levantar os pronomes pessoais e os verbos indicadores da língua de sinais brasileira, e (iii) descrever algumas de suas características formais e as características pragmáticas de seu apontamento (dêitico ou anafórico), tanto nos contextos eliciados como em uso, nos discursos diretos da narrativa.
Título em inglês
A description of Personal Deixis in Brazilian Sign Language: personal pronouns and indicating verbs
Palavras-chave em inglês
Brazilian Sign Language
Indicating verbs
Mental spaces
Personal deixis
Personal pronouns
Resumo em inglês
This dissertation presents a proposal of description of personal deixis in Brazilian Sign Language. In sign language, personal deixis is substantially performed by means of two kinds of pointing signs: personal pronouns and indicating verbs. The aim of my research is to introduce a description of these two kinds of signs, based on work by Liddell (2003), who has analyzed the deictic signs of American Sign Language (ASL) within the framework of cognitive grammar (Langacker, 1991) and mental space theory (Fauconnier, 1994 [1985]; Fauconnier & Turner, 1998). According to Liddell, both personal pronouns and indicating verbs have this property of being signed and located in the physical space in front to and around the signer's body; in this space, they can point to a locus associated, within the discourse, to a mental representation of their referents. For Liddell, deictic signs have two parts: a linguistic and invariable component; plus a deictic component, which depends on the discourse situation. In order to describe the personal pronouns and indicating verbs of Brazilian Sign Language, I analyzed data from (i) the dictionary by Capovilla & Raphael (2001); (ii) elicited tests with deaf collaborators, and (iii) language in use in the form of a child narrative told by a deaf collaborator. With the empirical studies carried out, as well as the construction and transcription of the narrative, it was possible to (i) describe how deaf people use the signing space in order to construe, represent and characterize the characters of the story that are pointed at by deictic signs; (ii) identify the personal pronouns and indicating verbs of Brazilian Sign Language, and (iii) describe some of their formal aspects and the pragmatic characteristics of their pointing (deictic or anaphoric), by looking at both the elicited contexts and those instances of direct speech in narrative.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-01-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.