• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2008.tde-08072008-143712
Documento
Autor
Nome completo
João Paulo Jeannine Andrade Carneiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Dick, Maria Vicentina de Paula do Amaral (Presidente)
Cruz, Maria Odileiz Sousa
Martinelli, Marcelo
Título em português
A morada dos Wapixana: Atlas toponímico da região indígena da Serra da Lua - RR
Palavras-chave em português
Etnolingüística
Fitogeografia
Língua indígena
Toponímia
Wapixana
Resumo em português
A morada dos Wapixana (Arawak) são os campos do nordeste do estado de Roraima. Em sua porção sudeste encontramos a região indígena da Serra da Lua, composta por 17 malocas indígenas com 5.000 Wapixana. Desenvolvemos esta pesquisa por meio da análise toponímica (Dick, 1980, 1999) e etnolingüística (Potier, 1970) das malocas e das paisagens vegetais da região. Objetivamos, desta forma, detalhar a realidade toponímica em suas características denominativas, no conjunto de mapas taxionômicos, dialetológicos, além de um fitogeográfico com os termos em Wapixana. Com isso, procuramos obter a cosmovisão do grupo denominador. Para tanto, dividimos este trabalho em três partes: os fundamentos teóricos; aspectos histórico-geográficos e etnolingüísticos dos campos do Rio Branco; e por último a análise das motivações toponímicas. O resultado das análises demonstrou que os campos ora citados, são frutos da geografia mítica Wapixana, bem como as taxionomias toponímicas preponderantes são os zootopônimos e fitotopônimos. Identificamos três camadas dialetológicas na região: a mais antiga de origem Wapixana;. a segunda, também de origem ameríndia, porém exógena à área de pesquisa, são os nomes de origem Tupi, provindos da Língua Geral Amazônica; e finalmente a portuguesa.
Título em inglês
The homeland of the Wapixana: toponymic atlas of Serra da Lua indigenous region (state of Roraima, Brazil)
Palavras-chave em inglês
Etnolinguistics
Indian language
Phytogeography
Toponymics
Wapixana
Resumo em inglês
The homeland of the Wapixana (Arawak) are the fields at the northeast region of the state of Roraima. In its southwest portion we find the indigenous region of Serra da Lua, composed by 17 indigenous hamlets, inhabited by 5000 Wapixana. This research was developed through the toponymic (Dick, 1980, 1999) and etnolinguistical (Potier, 1970) of the hamlets and the regional vegetation landscapes. It's goal is to detail the toponymic reality in its denominational characteristics in the collection of taxonomical and dialetological maps, as through a phytogeographic map with terms in Wapixana language. This way, the objective is to obtain the cosmovision of the denominating group. This paper was made in three parts: the theoretical fundaments; the historical-geographical and etno-linguistic aspects of the fields of Rio Branco and the analysis of the toponymic motivation. The result of these analyses demonstrates that the mentioned fields are fruit of the Wapixana mythical geography and that the preponderant toponymic taxonomy corresponds to the zootoponyms and phytotoponyms. Three dialetological layers where identified at the region: the oldest, of Wapixana origin; the second, also of Amerindian origin, but exogenous from the research area, with nouns of Tupi roots, prevenient of the Amazonian General Language and, at the end, the Portuguese.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-07-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.