• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2018.tde-08052018-121316
Documento
Autor
Nome completo
Beatriz Domingues Corá Fuser
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Souza, Paulo Chagas de (Presidente)
Feist, Timothy
Finbow, Thomas Daniel
Viaro, Mario Eduardo
Título em português
O sistema vocálico do saami de Skolt: uma perspectiva diacrônica
Palavras-chave em português
Contato de línguas
Línguas saami
Saami skolt
Sociolinguística
Resumo em português
A presente pesquisa visa ao estudo do sistema vocálico do saami skolt (língua da família fino-úgrica, falada na Finlândia e na Rússia) ao longo do século XX, com base em dados bibliográficos, mais especificamente transcrições fonéticas feitas nos períodos pré- e pós-realocações do povo saami skolt dos vilarejos originais para a Finlândia. Procuro fazer um estudo dialetal, traçando as particularidades dos dialetos originais quanto ao sistema vocálico, e analisar esses dois registros da língua à luz da perspectiva variacionista de Labov (Weinreich et al., 1968) e Guy (Guy, 2003), considerando também as relações de contato. O saami skolt é uma língua minoritária, falada por um povo indígena de mesmo nome, cujo número estimado de falantes varia entre 150 e 300 (Feist, 2015, 22). Impactos profundos na comunidade de fala ocorreram ao longo do século XX, em especial, a realocação do povo saami skolt de seus territórios originais na Rússia para a Finlândia, por volta da década de 40. O corpus da pesquisa foi organizado a partir do registro em transcrição fonética dos dialetos originais, feito no período pré-realocações, por Toivo Itkonen, no formato do dicionário Koltan- ja Kuolanlapin sanakirja (Itkonen, 2011 [1958]) e as transcrições fonéticas e fonológicas da língua feitas entre as décadas de 60 e 70 por Korhonen (1971); Korhonen et al. (1973). A Grammar of Skolt Saami (Feist, 2015), que aborda também a situação do saami skolt no século XXI, é uma das bases para a pesquisa e descrição da língua. Através da análise dos dados, foi possível observar e descrever a heterogeneidade da língua e de seus dialetos quanto ao inventário de vogais e ditongos. Um dos fatores observados foi, no dialeto de Paatsjoki, a ocorrência alofones anteriorizados, em comparação aos dialetos de Suonikylä e Nuortijärvi.
Título em inglês
The Skolt Saami vowel system: a diachronic perspective
Palavras-chave em inglês
Language contact
Saami languages
Skolt saami
Sociolinguistics
Resumo em inglês
This research aims at the study of the vowel system of Skolt Saami (a Finnougric language spoken in Finland and Russia) over the 20th century, based on bibliographic data, more specifically phonetic transcriptions previous to and after the relocation of the Skolt people from their original villages to Finland. I intend to do a dialect study, describing the features of the original dialects regarding the vowel system and analyse these two records of the language guided by the variacionist approach of Labov (Weinreich et al., 1968) and Guy (Guy, 2003), also taking into account the languages contact relations. The Skolt Saami is a minority language spoken by a homonymous indigenous people, with an estimated number of speakers that varies between 150 and 300 (Feist, 2015, 22). The speech community went through deep impacts over the 20th century, in particular the relocation of the Skolt Saami people from their original territories in Russia to Finland, around the 1940s. The corpus was compiled using the records in phonetic transcriptions of the original dialects made by Toivo Itkonen, prior to the relocations, in the dictionary Koltan- ja Kuolanlapin sanakirja (Itkonen, 2011 [1958]), as well as the phonetic and phonemic transcriptions of the language made between the 1960s and 1970s by Korhonen (1971); Korhonen et al. (1973). A Grammar of Skolt Saami (Feist, 2015), which approaches the Skolt Saami situation also in the 21st century, is one of the basis for this project and description of the language. Through the analysis of data, it was possible to observe and describe the heterogeneity of the language regarding the vowel and diphthong inventory. One of the features found was, in the dialect of Paatsjoki, the occurrence of more fronted allophones, in comparison to the inventory of the dialects of Suonikylä and Nuortijärvi.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-05-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.