• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Maria Vitória Laurindo Siviero
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Pietroforte, Antonio Vicente Seraphim (Presidente)
Borges, Luiz Augusto Contador
Corrêa, Thiago Moreira
Silva, Guilherme Demarchi
Título em português
O discurso da Performance Art: estudo semiótico dos regimes de manifestação da arte performática
Palavras-chave em português
Arte experimental
Performance
Semiótica
Resumo em português
A performance surgiu inicialmente como um meio no qual os vanguardistas testavam as suas ideias e passou a ser aceita como uma manifestação artística independente por volta da década de setenta. Trata-se de uma arte híbrida que mistura elementos de outras linguagens, como a poesia a música, a dança, o tetro e o cinema. Tornou-se conhecida por chocar suas plateias com apresentações espontâneas e transgressoras, colocando em cheque a concepção de arte. Assim como as demais linguagens artísticas, a performance estabelece um modo específico de atuação, o que não torna impossível analisá-la por meio da particularização de seus aspectos. A semiótica estuda os fenômenos culturais como sistemas de signos, e torna-se assim, uma ferramenta que pode fornecer a base para estes estudos, uma vez que relativiza as camadas do significado e permite que se observe os diversos níveis de articulação do sentido em diferentes atos comunicativos. Assim, através da semiótica greimasiana, cujo conceito de signo é estruturado por significante e significado, esta pesquisa pretende verificar possíveis coerções de gênero próprias à arte performática, e por meio delas, podem ser desenvolvidas novas reflexões sobre os contornos deste gênero, aparentemente espontâneo e livre. Provando falsas as aparentes diferenças irreconciliáveis que se apresentam no confronto de obras pertencentes ao gênero. Este trabalho pretende propor um modelo de organização para análise de manifestações performáticas, através do qual se pode verificar a relação entre a ação performática e o espaço onde ela é realizada. Portanto, o objetivo central desse estudo é analisar, não, a relação do performer com sua obra, mas colaborar para a análise da performance como um fenômeno que se desenvolve diante de um público e analisar as relações que comumente se estabelecem entre esse espectador de arte performática e a própria ação, utilizando para tanto, o critério do espaço onde a ação se desenvolve.
Título em inglês
The discourse of performance art: a study of the manifestation regimens of performatic art
Palavras-chave em inglês
Experimental art
Performance
Semiotics
Resumo em inglês
Performance Art appeared initially as a means wherewith vanguard artists tried their ideas and came to be accepted as an independent form of art in the mid seventies. It is a hybrid art, which mixes elements from other languages, such as poetry, music, dace, theater, and cinema. It became known for shocking its audiences with spontaneous and bold presentations, shaking the very foundations of art. As other artistic languages, performance art establishes a specific way of acting, which does not render impossible to analyze it by particularizing its aspects. Semiotic studies the cultural phenomena as sign systems, and becomes, thus, a tool which can supply us with the base for such studies, given that it relativizes the layers of meaning and allows for the observation of many levels of meaning articulation in different communicative acts. Thus, by applying Greimasian semiotics, whose concept for signs is composed of signified and signifiant, this research aims to verify possible genre specifications specific to performance art, and, though them, one can develop new thoughts on the outlines of the genre, apparently spontaneous and free, proving to be fake the apparent differences which appear when analyzing works of the genre. This research aims to propose an organization model for analyzing performance art works, wherewith the relationship between performatic action and its space can be verified. Thus, the main goal of this study is not to analyze the relationship between performance art and his/her works, but to collaborate to performance art analysis as a phenomenon which develops itself in front of a public and analyzing the relationship commonly established between public and the work itself, using, as an analysis criterion, the space where the action is developed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-04-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.