• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-06072018-120101
Documento
Autor
Nome completo
Bruna Soares Polachini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Sansone, Olga Ferreira Coelho (Presidente)
Altman, Maria Cristina Fernandes Salles
Borges Neto, José
Dias, Luiz Francisco
Oliveira, Marilza de
Título em português
Uma história serial e conceitual da gramática brasileira oitocentista de língua portuguesa
Palavras-chave em português
Gramáticas brasileiras do século XIX
História Serial
Historiografia linguística
Rede conceitual
Verbo substantivo
Resumo em português
Nesta tese, que se propôs a explorar as gramáticas brasileiras do português publicadas no século XIX, tivemos três objetivos. O primeiro foi realizar um mapeamento exaustivo da produção gramatical brasileira do português do século XIX, o qual foi feito por meio de fontes secundárias e catálogos de bibliotecas. Tivemos conhecimento de 127 títulos e 77 reedições, o que resulta em duzentas gramáticas. A partir dos dados coletados, que, em geral, eram título, subtítulo, autor, ano de publicação, local e casa impressora, formalizamos unidades de análise para, ao relacioná-las, por meio da metodologia da História Serial (Furet 1991, Barros 2005), realizar um mapeamento descritivo e interpretativo dessa produção. Nosso segundo objetivo, tendo selecionado, com base em quatro critérios combinados (prestígio, emergência, institucionalização e diálogo), dezoito exemplares (16 títulos, 2 reedições) dos duzentos e quatro de que tivemos conhecimento, foi de realizar uma análise orientada para os conteúdos dessas obras, organizada em torno de uma possível rede conceitual. A hipótese dessa análise, baseada em Auroux (2009[1992]) e Swiggers (2010), é de que alguns conceitos poderiam ser eixo de uma rede conceitual devido à sua influência técnica e, eventualmente teórica, em uma determinada tradição de descrição linguística. Essa hipótese surgiu nos resultados de nossa pesquisa de mestrado, em que, ao notar a complexidade da dimensão técnica (cf. Swiggers 2004) de algumas obras dessa tradição, pensamos ser necessário procurar meios de tornar sua análise mais homogênea (cf. Polachini 2013, Polachini 2016). Para testá-la, examinamos o conceito-chave de 'verbo substantivo' apresentado nas obras selecionadas, que são amiúde influenciadas pela tradição da grammaire générale francesa, ao menos até 1880, quando passa a haver também influência do método histórico-comparativo (cf. Maciel 1910, Nascentes 1939, Elia 1975, Cavaliere 2001, Parreira 2011, Polachini 2013). Ademais, foi necessário formalizar uma metodologia a fim de reconhecer a rede conceitual em torno do verbo substantivo. Primeiramente, definimos conceitos gramaticais como sendo formados por meio de processos classificatórios da cadeia falada. Tais processos têm como produto, por um lado, termos, e, por outro, conceitos. Estes últimos podem ser analisados intensionalmente, por meio de sua definição e seu lugar numa determinada taxonomia, ou extensionalmente, considerando o inventário de dados linguísticos eleitos como exemplos e eventuais ilustrações desses dados em uso. Cada conceito é, portanto, analisado por meio das seguintes categorias: definição, taxonomia, exemplos, ilustrações e por seus termos. Consideramos rede conceitual as relações travadas entre o conceito-chave, verbo substantivo, e conceitos que, na tradição da grammaire générale teriam já alguma relação com o verbo substantivo (cf. Chevalier 1968; Colombat 1992; Raby 2000; Bouard 2007), a saber: gramática e linguagem, metaclasses e classes de palavras, modificadores do nome, verbo, oração (seus elementos e sua organização) apresentadas nas obras. Essas relações podem ser de quatro tipos: (1) equivalência; (2) intersecção (3) subordinação; (4) base teórica comum. Finalmente, distinguimos no texto gramatical a descrição linguística, que chamamos de texto, e as ampliações, reflexões ou críticas realizadas sobre essa descrição, que chamamos de metatexto. Tal metodologia nos permitiu uma visão mais clara e homogênea da dimensão técnica das obras (e de seu eventual ecletismo), além de proporcionar uma visão mais complexa de continuidades e descontinuidades dessa produção, que contrasta com aquelas das revisões históricas. Ademais, os resultados apontam também para: relações entre agendas dos autores ao publicarem suas gramáticas e seu ecletismo. Nossa terceira proposta foi de que esta tese fosse não apenas uma historiografia, mas também uma epihistoriografia dessa tradição. Assim, apresentamos dois apêndices: um com informações catalográficas das 204 gramáticas de que tivemos conhecimento, organizadas cronologicamente; e outro com os paratextos das dezoito obras analisadas.
Título em inglês
A serial and conceptual history of 19th century Brazilian grammars of the Portuguese language
Palavras-chave em inglês
19th-century Brazilian grammars
Conceptual network
Linguistic historiography
Noun verb
Serial History
Resumo em inglês
In this thesis, which approached the Brazilian grammars of Portuguese published in the 19th century, we had three objectives. The first one was to conduct a comprehensive mapping of the Brazilian grammatical production on Portuguese in the 19th century, which we carried out through secondary sources and library catalogs. We have acknowledged 127 titles and 77 re-editions, which total two hundred grammars. From the data collected, which generally consisted of title, subtitle, author, year published, publisher city and publisher name, we built standardized units of analysis so that, when analyzing their relations among one another, we conducted a descriptive and interpretative mapping of this production, adopting the methodology of Serial History (Furet 1991, Barros 2005). By selecting eighteen grammars (16 titles, 2 re-editions) out of the acknowledged two hundred works, based on four combined criteria (prestige, emergence, institutionalization and dialog), our second object was to carry out an analysis oriented to the content of these selected works, organized under a possible conceptual network. The hypothesis of this analysis, based on Auroux (2009[1992]) and Swiggers (2010), is that some concepts could work as an axis of a conceptual network due to their technical, and sometimes theoretical, influence on a specific tradition of linguistic description. This hypothesis was raised in the results of our masters research, in which, by realizing the complexity of some of this traditions grammars technical dimension (cf. Swiggers 2004), we thought it to be necessary to find ways of turning the analysis more homogeneous (cf. Polachini 2013, Polachini 2016). In order to test its effectiveness, we examined the key concept of verbo substantivo (literally: substantive verb), presented in the selected works, which are frequently influenced by the tradition of the French grammaire générale, at least until 1880, when the influence of the historical-comparative method started to take place (cf. Maciel 1910, Nascentes 1939, Elia 1975, Cavaliere 2001, Parreira 2011, Polachini 2013). Moreover, it was necessary to formalize a methodology in order to recognize the conceptual network around the verbo substantivo. First, we defined the grammatical concepts as being formed through classifying processes of spoken speech. These processes have as products, on one side, terms and, on the other, concepts. The latter can be analyzed intentionally, through its definition and its places in a specific taxonomy, or extensionally, considering the inventory of linguistic data considered as examples and any illustrations of these data in use. Each concept is, therefore, analyzed through the following categories: definition, taxonomy, examples, illustrations and by its terms. We considered as conceptual network the relations between the key concept, verbo substantivo, and concepts that, in the grammaire génerales tradition would already have some relation to the verbo substantivo (cf. Chevalier 1968; Colombat 1992; Raby 2000; Bouard 2007), such as: grammar and language, metaclasses and parts of speech, noun modifiers, verb, clause (its elements and organization) presented in the grammars. These relations can be of three types: (1) identity; (2) intersection; (3) subordination; (4) shared theoretical background. Finally, in the grammatical text, we distinguished the linguistic description, which we called text, from its expansions, reflections and critical comments on this description, which we called metatext. Such methodology allowed a clearer and more homogeneous view of the technical dimension of the works analyzed (and their often eclecticism), in addition to providing a more complex view of continuities and discontinuities of this production, which contrasts with those of the historical reviews. Furthermore, the results also point to: relations between the authors schedules when publishing their grammars and their eclecticism; and the metatexts role between teaching and linguistic reflection. Our third objective was to make this thesis not only a historiography but also a epihistoriography of this tradition. Thus, we presented two appendices: one with cataloging information of the two hundred grammars which we acknowledged, organized chronologically; and another one with the paratexts of the eighteen works analyzed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.