• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2015.tde-05112015-134414
Documento
Autor
Nome completo
Rogério Ferreira da Nobrega
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Souza, Paulo Chagas de (Presidente)
Minussi, Rafael Dias
Viaro, Mario Eduardo
Título em português
O recuo do dativo em -e: análise em regressão logística sobre a variação e mudança da flexão de caso no alemão
Palavras-chave em português
Alemão
Caso dativo
Mudança
Policausalidade
Regressão logística
Variação
Resumo em português
O objetivo geral desta dissertação é traçar um panorama da evolução do dativo em -e dentro do contexto do paradigma dos demais casos morfológicos existentes no alemão e detectar prováveis fatores atuando concomitantemente na variação da (não) ocorrência desse marcador de caso. Para tanto, revisitamos o desenvolvimento do sistema de casos do alemão e descrevemos o comportamento e padrões exibidos pelos marcadores de caso de substantivos no singular e no plural. Discutimos a útil noção de declinações forte e fraca, de Grimm (1822), bem como algumas teorias sobre mudança linguística, tais como o enfraquecimento de sílabas átonas (SAPIR, 1921), o surgimento do artigo definido (PHILLIPI, 1997) e da teoria baseada no uso (BARðDAL, 2009). As questões levantadas por essas teorias podem ter contribuído com o paulatino apagamento de marcadores de caso nas línguas germânicas. Não rejeitamos nenhuma delas, haja vista que todas fornecem hipóteses plausíveis, entretanto, a mudança não ocorreu de forma homogênea em diferentes contextos e parece exibir certos padrões que podem ser explicados pela interação de diversos fatores, e não com base apenas nas grandes ideias das teorias descritas acima. Testar a hipótese dessa policausalidade requer o emprego de metodologia específica. Como o fenômeno aqui estudado é a realização vs. não realização do dativo em -e, empregamos o método de regressão logística binária, o mais adequado para descrever e testar hipóteses sobre relações entre uma variável-resposta categórica e variáveis explanatórias também categóricas e/ou contínuas (PENG; LEE; INGERSOLL, 2002). Obtivemos robusta evidência de que fatores tipológicos, fonológicos e prosódicos desempenham importante papel na variação da realização do dativo em -e e observamos que a interação de fatores tem maior poder explanatório sobre os padrões exibidos na variação do que uma análise que considere a influência de diferentes fatores de maneira isolada. A maior vantagem em aplicarmos um teste como o de regressão logística binária consiste na possibilidade de captar a existência de determinados padrões interacionais, e, portanto, podemos analisar a variação e mudança, como no exemplo do dativo em -e, de um ponto de vista multifatorial, e não limitando nosso escopo a fatores isolados, pois, em um sistema complexo como é a língua, eles parecem indissociáveis.
Título em inglês
The retreat of the dative -e: a logistic regression analysis on the variation and change in case inflection in German
Palavras-chave em inglês
Change
Dative case
German
Logistic regression
Multicausality
Variation
Resumo em inglês
The main goal of this investigation is to outline an overview of the development of the dative -e within the context of the paradigm of other morphological cases existing in German and to identify factors that play a concomitant role in the variation of the (non-)occurence of the case marker. In order to perform this task, we revisited the development of the German case system and described the behaviour and patterns exhibited by the case markers of singular and plural nouns. We discussed the useful notion of strong and weak declensions such as thought of by Grimm (1822), as well as some theories on language change, as the weakening of unstressed syllables (SAPIR, 1921), the rise of the definite article (PHILLIPI, 1997) and the usage-based approach to language (BARðDAL, 2009). The questions raised within the framework of these theories might have contributed to the non-occurrence of the case marker in Germanic languages. We did not reject any of the theories, since they provide plausible hypotheses, however, the change did not occur homogeneously in different contexts and it seems to exhibit certain patterns that may be accounted for by the interaction between diverse factors and therefore not only by the general ideas mentioned above. In order to test this multicausality hypothesis, it is necessary to apply a specific methodology. Given that the phenomenon studied in this investigation is the occurrence vs. non-occurrence of the dative -e, we performed a binary logistic regression analysis, which is well suited for describing and testing hypotheses about relationships between categorical outcome variables and explanatory variables that are also categorical and/or continuous (PENG; LEE; INGERSOLL, 2002). We obtained strong evidence that typological, phonological and prosodic factors play an important role in the variation of the dative -e and we observed that the interaction between such factors can better explain the patterns exhibited in the variation than an approach that only takes into account the influence of individual factors. The advantage in performing a binary logistic regression is based on the fact that it highlights the existence of interactional factors, and therefore we can analyse the variation and change, using the example of the dative -e, from a multifactorial point of view without limiting our scope to individual factors only, since they do not seem to work individually within a complex system such as the human language.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-11-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.