• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2013.tde-03072013-111948
Documento
Autor
Nome completo
Renata do Amaral Teixeira Rêde
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Souza, Paulo Chagas de (Presidente)
Sândalo, Maria Filomena Spatti
Santos, Raquel Santana
Título em português
A prosódia dos compostos do idioma japonês
Palavras-chave em português
Acento-tonal
Compostos
Língua japonesa
Resumo em português
Esta dissertação investiga o comportamento do acento nos compostos do idioma japonês. Os compostos do japonês falado em Tóquio apresentam apenas um acento, ou queda tonal H*L, por frase fonológica. Isso faz com que não se possa manter os acentos que estariam originalmente nas palavras simples. Apenas um acento sobrevive e seu local é de difícil determinação, porque, na maioria das vezes, não coincide com o local do acento anterior. Muitos linguistas já se debruçaram sobre esse tópico (McCAWLEY, 1965; SAITOU, 1997; KUBOZONO, 2001; TANAKA, 2001; LABRUNE, 2012) e com o auxílio dessas diferentes pesquisas, conseguimos estabelecer que diversos fatores influenciam no processo de acentuação dos compostos, especialmente aspectos morfológicos e fonológicos, como a fronteira de palavra e o pé fonológico. Assim, a acentuação do japonês não é determinada por cada membro do composto, mas pela distância em que a fronteira entre os membros está da margem direita da palavra.
Título em inglês
The prosody of compounds of the Japanese language
Palavras-chave em inglês
Compound
Japanese
Pitch-accent
Resumo em inglês
This dissertation investigates the behavior of the accent of Japanese compounds. Compounds in Tokyo Japanese only have one accent, or pitch drop H*L, in a phonological phrase. Therefore, it cannot maintain the accent of the simple words which make it up. Only one accent survives and its location is hard to determine, because, most of the time, it does not coincide with the location of the previous accents. Many linguists have tackled this topic (McCAWLEY, 1965; SAITOU, 1997; KUBOZONO, 2001; TANAKA, 2001; LABRUNE, 2012) and with the help of these different analyses, we established that several factors influence the accentuation of a compound, especially morphological and phonological aspects, such as word boundary and phonological feet. Thus, the accentuation of Japanese compounds is not determined by each member of the compound in particular, but from the distance that the boundary between the compound 's member is from the right margin of the word.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-07-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.