• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2010.tde-30042010-130523
Documento
Autor
Nome completo
Daniel Cantinelli Sevillano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Alambert Junior, Francisco Cabral (Presidente)
Ridenti, Marcelo Siqueira
Souza, Eliana Maria de Melo
Título em português
Somos os filhos da revolução: estudantes, movimentos sociais, juventude e o fim do regime militar (1977-1985)
Palavras-chave em português
Contracultura
Movimento estudantil
Movimentos sociais
Redemocratização
Regime Militar
Resumo em português
Através da utilização de bibliografia e de fontes documentais, busquei analisar de que maneira os movimentos de oposição ao regime militar brasileiro se organizaram a partir da segunda metade da década de 1970, dando especial ênfase ao Movimento Estudantil, aos Movimentos Sociais e a algumas manifestações culturais da juventude brasileira do período. Tendo como ponto de comparação os mesmos movimentos nos anos 60, foi possível concluir que a oposição ao regime, nos anos 70 e 80, adquiriu novas formas de contestação, especialmente no interior dos movimentos sociais, nos quais as reivindicações partiam de suas bases, e não mais de uma cúpula. Frente a essa nova realidade, o movimento estudantil, com suas entidades e lideranças, se viu forçado a inserir-se na luta daqueles movimentos, enquanto grande parte da juventude, descrente face à contínua partidarização de suas reivindicações, voltou-se a novas formas culturais para demonstrar seus valores e desejos, fossem eles políticos ou não.
Título em inglês
We are the children of the revolution: students, social movements, youth and the fall of thw military regime (1977-1985)
Palavras-chave em inglês
Brazilian new democracy
Counterculture
Military regime
Social movements
Students movement
Resumo em inglês
Using the bibliography and historical documents, I tried to analyze how the movements against the Brazilian military dictatorship reorganized themselves in the second part of the 1970s, especially the Students Movement, the Social Movements and some cultural manifestations of the countrys youth groups in that period. Making a comparison with the same groups in the 1960s, I could conclude that the opposition to the regime, in the 1970s and the 1980s, developed new ways of contestation, especially inside the social movements groups, in which the demands came from the people, not from the leaders anymore. Facing this new reality, the students movement, with its representative entities and leadership, had to join the struggle of the social movements groups, while many part of the Brazilian youth, not pleased with the interference of political groups in their demands, turned themselves to new cultural demonstrations to show their values and desires, being them political or not.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-04-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.