• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2012.tde-29102012-094919
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Galeano de Oliveira Goncalves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Souza, Laura de Mello e (Presidente)
Florenzano, Modesto
Lessa, Renato de Andrade
Título em português
Uma ilha assombrada por demônios: a controvérsia entre John Webster e JosephGlanvill e os desdobramentos filosóficos e religiosos da demonologia na Inglaterra da Restauração (1660-1680)
Palavras-chave em português
Bruxaria
Demonologia
Inglaterra
John Webster
Joseph Glanvill
Resumo em português
A partir da controvérsia entre John Webster (1610-1682) e Joseph Glanvill (1636-1680) em torno da bruxaria como um pacto diabólico propõe-se compreender em alguma medida o sentido que a demonologia poderia adquirir na Inglaterra da Restauração e relacionar a polêmica de ambos com o declínio da perseguição às bruxas. A demonologia é entendida como uma literatura controversa dotada de dimensão cognitiva e social e dedicada ao preternatural, ou seja, a eventos que estariam nas fronteiras entre o natural e o sobrenatural. As obras de demonologia se apropriaram de modo eclético de argumentos, teorias e de episódios oriundos das mais diversas fontes e os organizaram em torno de alguns tópicos fundamentais. A demonologia esteve relacionada com diferentes lugares, épocas e saberes, em especial a filosofia natural e a teologia. Tendo isso em vista, os tratados de demonologia de Webster e Glanvill, The displaying of supposed witchcraft (1677) e Saducismus triumphatus (1688), foram estudados em paralelo, colocados em confronto, relacionados com outros escritos deles, associados às discussões demonológicas e ao contexto intelectual e histórico. A polêmica entre Webster e Glanvill mostrou que a demonologia se apresentava como uma maneira de advogar compromissos de natureza filosófica e religiosa que estavam relacionados com o surgimento da ciência moderna e com a diversidade religiosa existente na Inglaterra. Mas, apesar dessa flexibilidade, a demonologia entrou em declínio à medida que avançou o ceticismo das autoridades com relação ao crime da bruxaria e a experiência se tornou experimentação. O fim dos julgamentos de bruxas impossibilitou que a demonologia se adequasse a requisitos mais rigorosos, e impossíveis, de evidência.
Título em inglês
An island hunted by demons: the controversy between John Webster and Joseph Glanvill and the philosophic and religious unfolding of demonology in Restoration England (1660-1680)
Palavras-chave em inglês
Demonology
England
John Webster
Joseph Glanvill
Witchcraft
Resumo em inglês
From the controversy between John Webster (1610-1682) e Joseph Glanvill (1636-1680) about witchcraft as diabolical pact it is proposed to comprehend in some sort the meaning that demonology could acquire in Restoration England and to relate the polemics of both to the decline of the witches' persecution. Demonology is understood as a controversial literature endowed of cognitive and social dimensions and dedicated to the preternatural, that is, to events that would be in the border between natural and supernatural. The works of demonology would appropriate in a eclectic way the arguments, theories and episodes from different sources and would organize them into some essential topics. Demonology was related to different places, times and fields of knowledge, specially to natural philosophy and theology. Keeping that in mind, Webster's and Glanvill demonology treatises, The displaying of supposed witchcraft (1677) and Saducismus triumphatus (1688), were studied in parallel, put in conflict, related to other works of the authors, associated with the demonological controversies and with the intellectual and historical context. The controversy between Webster and Glanvill showed that demonology presented itself as a manner of defending philosophical and religious compromises that were related to the rise of modern science and religious diversity in England. However, despite this flexibility, demonology declined as skepticism of the authorities about the crime of witchcraft advanced and the experience was turn into experimentation. The end of the witch trials made impossible for demonology to adapt to more strict, and unreachable, requirements of evidence.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-10-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.