• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2011.tde-28052012-084136
Documento
Autor
Nome completo
Alysson Luiz Freitas de Jesus
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Gallardo, Dario Horacio Gutierrez (Presidente)
Caleiro, Regina Célia Lima
Ferreira, Ricardo Alexandre
Queiroz, Suely Robles Reis de
Wissenbach, Maria Cristina Cortez
Título em português
Cotidiano e poder nas relações sociais escravistas e pós-escravidão: o sertão das minas entre 1850 e 1915
Palavras-chave em português
Escravidão
Poder
Resumo em português
A presente tese de Doutorado tem como principal objetivo analisar as relações de cotidiano e poder no sertão das Minas Gerais, no período de 1850 a 1915. Durante séculos vivenciamos um regime escravista no país. Mesmo depois do seu fim, algumas das características que moldaram a escravidão negra continuaram fazendo parte do nosso cotidiano. As relações de poder, apesar de transformadas em certa medida pelo início de um modelo republicano, não foram suficientes para remodelar por completo o cotidiano de livres, escravos, libertos, homens e mulheres do sertão norte-mineiro, assim como em tantas outras regiões do Brasil. Dessa forma, a tese que ora apresentamos procura dialogar com esse cotidiano, marcado por características como a violência e a solidariedade, a tensão e o afeto, o conflito e a negociação. Elementos que, aparentemente, se apresentam como antagônicos são, na verdade, complementares na estrutura de sobrevivência que se configurou na região, criando assim o que chamados aqui de universo cultural norte-mineiro. O período abarcado para a pesquisa apresenta um objetivo claro: compreender tais relações em dois momentos históricos distintos, o Império e a República, estabelecendo assim comparações entre os dois modelos políticos na região e a conformação social e cotidiana no período. Cotidiano e poder nas relações sociais escravistas e pós-escravidão: o sertão das Minas entre 1850 e 1915 propõe, portanto, mergulhar nas relações sociais e de poder que se deram na região norte-mineira, apontando assim alguns dos significados da sobrevivência na região e nos permitindo mais uma experiência sobre o amplo universo escravista que marcou o Brasil.
Título em inglês
Quotidian and power in the slavery and post-slavery social relations: the blackwoods of Minas Gerais between 1850-1915
Palavras-chave em inglês
Power
Slavery
Resumo em inglês
This doctorate thesis is meant to examine the relationships of the daily life and power in the state of Minas Gerais during the period of 1850 to 1915. For centuries, the country experienced a slave regime. Even after its end, some of the characteristics that have shaped the black slavery remained as a part of our everyday lives. The relations of power, in spite of changed to some extent by the onset of a republican model, were not sufficient to completely remodel the daily life of free, slaves, freed men and women of the north of Minas Gerais, as well as in many other regions of Brazil. Thus, the thesis that is now presented seeks to dialogue with this everyday life, marked by characteristics such as violence and solidarity, affection and tension, conflict and negotiation. Elements that appear to present themselves as antagonistic are, in fact, complementary to the structure of survival that took shape in the region, thus creating what we call here the norte-mineiro cultural universe. The period covered in the research presents a clear goal: to understand these relationships in two distinct historical moments, the Empire and the Republic Period, establishing comparisons between the two political models in the region and social and daily conformity, during the period. Quotidian and power in the slavery and post-slavery social relations: the backwoods of Minas between 1850-1915 therefore offers a diving in social relations and power that took place in the north of Minas Gerais, thus pointing some of the meanings of survival in the region and allowing us one more experience on the wide universe of slavery that marked Brazil.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-05-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.