• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2007.tde-26022008-133018
Documento
Autor
Nome completo
Renata Romualdo Diório
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Marquese, Rafael de Bivar (Presidente)
Venâncio, Renato Pinto
Wissenbach, Maria Cristina Cortez
Título em português
As marcas da liberdade: trajetórias sociais dos libertos em Mariana na segunda metade do século XVIII
Palavras-chave em português
Alforria
Libertos
Pobreza
Século XVIII
Trajetória social
Resumo em português
A dissertação analisa a trajetória social dos libertos de Mariana (MG) na segunda metade do século XVIII, período caracterizado pela reorganização da economia local, após o auge da mineração. Ao longo do século formou-se, naquela sociedade, um contingente significativo de egressos do cativeiro. O trabalho procura demonstrar, por meio do exame de diversos repertórios documentais (registros de óbitos, testamentos, inventários e ações cíveis), que o aspecto central daquelas trajetórias sociais foi a obtenção da liberdade. Ainda que a maior parte desses libertos contraísse dívidas e morresse na pobreza, a alforria representava o ponto de inflexão decisivo em suas vidas.
Título em inglês
The marks of freedom: the social trajectory of the freedmen in Mariana in the second half of the eighteenth century
Palavras-chave em inglês
18th Century
Freedmen
Manumission
Poverty
Social trajectory
Resumo em inglês
This work analyses the social trajectory of the freedmen in Mariana (MG) in the second half of the eighteenth century, a period characterized by the reorganization of the local economy, after the mining peak. Throughout the century, a significant contingent of people released from captivity was formed in that society. This work aims at demonstrating, through the exam of several documents, death records, testaments, inventories e civil actions, that the central aspect of such social trajectories was the conquest of freedom. Although most of the freedmen obtained debts and died in poverty, the manumission represented the turning point in their lives.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-03-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.