• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2014.tde-23012015-103524
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Ribas de Martini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Queiroz, Francisco Assis de (Presidente)
Nagamini, Marilda
Santos Filho, Gildo Magalhães dos
Título em português
Construir navios é preciso, persistir não é preciso: a construção naval militar no Brasil entre 1850 e 1910, na esteira da Revolução Industrial
Palavras-chave em português
Construção naval
Guerra do Paraguai
Navios de guerra
Relações internacionais
Revolução industrial
Século XIX
Tecnologia
Resumo em português
Em meados do século XIX, o Império do Brasil buscou acompanhar avanços tecnológicos na construção e operação de navios de guerra, trazidos pela propulsão a vapor e pelos avanços na artilharia, que em breve culminaram no desenvolvimento do encouraçado na Europa e de seu primeiro emprego operacional, na Guerra Civil dos Estados Unidos (1861-1865). Combinadas essas necessidades militares e tecnológicas com uma política mais ativa do Império nas questões dos estados platinos, ao início da Guerra da Tríplice Aliança (1864-1870) deu-se um primeiro surto de construção naval militar, para atender às demandas de guerra, que incluíam a construção de encouraçados para operações fluviais, empregando os meios tecnológicos e conhecimentos acumulados desde as iniciativas da década anterior. Cerca de dez anos após o final da guerra, iniciou-se outro surto de construção naval militar, embora sem uma urgência bélica estabelecida, e sim uma perceptível defasagem tecnológica em relação aos navios que se construíam em países de industrialização avançada. Os últimos navios construídos desse segundo surto foram incorporados após a Proclamação da República (1889). O objetivo deste trabalho é compreender as razões que desencadearam esses dois surtos de construção naval militar e que os levaram ao fim, analisando a questão sob o ponto de vista de três fatores interligados: as relações internacionais, as necessidades militares e as necessidades de absorver tecnologia
Título em inglês
Build ship is needed. Persist is not: the construction of warships in Brazil between 1850 and 1910, behind the Industrial Revolution
Palavras-chave em inglês
Industrial revolution
International relations
Nineteenth century
Shipbuilding
Technology
War of the Triple Alliance
Warships
Resumo em inglês
In the mid-nineteenth century, the Empire of Brazil sought to follow technological advancements in the construction and operation of warships, brought about by steam propulsion and advances in artillery, which soon culminated in the development of the ironclads in Europe and its first operational deployment in the U.S. Civil War (1861-1865). These military and technological needs were combined with a more active policy of the Empire in affairs with the states of the River Plate Basin, and, with the beginning of the War of the Triple Alliance (1864-1870), began a first outbreak of military shipbuilding to meet the war demands, which included the construction of ironclads for riverine operations, employing the technology and knowledge accumulated since the initiatives of the previous decade. About ten years after the end of the war, another outbreak of military shipbuilding began, though without a war urgency established, but a noticeable technological gap in relation to warships built in advanced industrialized countries. The last ships built in this second outbreak wee commissioned after the Proclamation of the Republic (1889). The objective of this work is to understand the reasons that led these two outbreaks of military shipbuilding and finished both, analyzing this problem from the point of view of three interrelated factors: international relations, military needs and the needs of absorbing technology
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.