• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2007.tde-18102007-155741
Documento
Autor
Nome completo
Reinaldo Benedito Nishikawa
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Gallardo, Dario Horacio Gutierrez (Presidente)
Lima, Carlos Alberto Medeiros
Nozoe, Nelson Hideiki
Título em português
Terras e imigrantes na colônia Assunguy Paraná, 1854-1874
Palavras-chave em português
Colonização
Contratos
Imigração
Província do Paraná
Resumo em português
Os debates e discussões sobre as vantagens e prejuízos que a vinda de imigrantes traria a província do Paraná prosseguiram nos anos posteriores a aprovação da Lei de Terras em 1850 sem que se chegasse a algum consenso. Entretanto, os dispositivos propostos pela Lei de Terras em 1850 e sua regulamentação em 1854 fizeram com que se olhasse atentamente ao problema que a terra poderia se tornar. Se, por um lado, houve uma valorização da posse da terra - a partir de sua legitimação, medição e registro, sendo a compra e venda sua principal fonte de acesso, por outro lado, a necessidade da substituição da mão-de-obra que o fim do tráfico em 1850 traria, era uma preocupação, e a solução encontrada era a vinda imediata de estrangeiros (leia europeus) visando "equilibrar" os braços para o trabalho. Os imigrantes europeus aportaram nos portos brasileiros e vieram em busca de promessas, terras e um lar. O imigrante pobre não teria que entrar no país com um destino predestinado: força de trabalho para a grande lavoura. Muitas colônias de povoamento começaram a se formarem depois de 1854, período em que a legitimação de terras estava em seu auge. Esperava-se que com os Registros de Terras ocorresse a valorização da terra como bem econômico em substituição à propriedade escrava. Esses lotes foram utilizados pelo governo provincial para trazer trabalhadores para labutar nas colônias do Paraná e para tanto, foi firmado um contrato no qual os originais estão à disposição no Arquivo Público do Paraná. Esses contratos apresentavam as cláusulas para que o trabalhador pudesse ter direito às terras. Foram assinados contratos nos primeiros anos da Colônia, tanto com imigrantes como quanto com brasileiros. Entretanto, deveres e direitos se diferenciavam em relação à nacionalidade. E quando os contratos não eram cumpridos? Havia divergência de interesses entre o governo provincial, interessado em trazer imigrantes e os proprietários de terras que procuravam mão-de-obra? Sabemos que continuidade de palavras não significa, necessariamente continuidade de significados. Então qual foi o significado dos contratos entre os colonos e o governo provincial do Paraná na segunda metade do século XIX? Essa dissertação tem como meta responder tais questionamentos.
Título em inglês
Lands and immigrants in the Assunguy colony Paraná, 1854-1874.
Palavras-chave em inglês
Contracts
Immigration
Province of the Paraná
Resumo em inglês
The debates and quarrels on the advantages and disadvantages that the arrival of immigrants would bring to the province of the Paraná continued in the posterior years of the approval of the Lei de Terras in 1850, without the conclusion of any consensus. However, the devices considered for the Lei de Terras in 1850 and its regulation in 1854 meant that it intently looked at the problem that the new law would generate. If, on the other hand, it had a valuation of the ownership of the land, passing, from its legitimation, measurement and register, to acquire a considerable value, being the purchase and to sell its main source of access. Meanwhile, the necessity of the substitution of the man power at the end of the traffic in 1850 was a concern, and the found solution was the immediate arrival of foreigners (Europeans according to the law) aiming at "to balance" the labour and manual work. The European immigrants had arrived in the Brazilian ports and had come in search of promises, lands and a home. The poor immigrant didn't have the luxury of entering in the country with a predestined destination: force of work for the great farms. The Colônia de Assunguy, subject to this project, belonged to Curitiba and was constituted in 1860, a moment when the land legitimation was at its height. The lots used for the coming of colonists were already registered. One expected that with the Land Registers the valuation of the well economic land as in substitution to the enslaved property occurred. These lots had been used by the provincial government to bring workers to labour hard in the Colônia de Assunguy. For in such a way, a contract was firmed, in which the originals are at disposal in the Arquivo Público do Paraná. This contract presented the clauses so that the worker could have right to lands. Contracts in the first years of the colony had been signed, as much with immigrants as with Brazilians. However, duties and rights differentiated in relation to the nationality. Brazilians had more credits than the immigrants. And when the contracts were not fulfilled? It had divergence of interests between the provincial government, interested in bringing immigrants and the owner/ proprietor of lands that looked after man power? We necessarily know that continuity of words does not mean continuity of meanings. Then what was the meaning of contracts between the colonists and the provincial government of the Paraná in the second half of century XIX? This project has the task of answering such questions as its goal.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-11-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.