• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2012.tde-18092012-095354
Documento
Autor
Nome completo
Eduardo dos Santos Rocha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Zeron, Carlos Alberto de Moura Ribeiro (Presidente)
Camenietzki, Carlos Ziller
Silva, Maria Lêda Oliveira Alves da
Título em português
Utopia e realidade no exílio: uma análise da produção escrita huguenote no período de "crise da consciência europeia"
Palavras-chave em português
Absolutismo
Huguenotes
Projetos coloniais
Protestantismo
Reforma
Relação de viagem
Resistência
Revogação do Édito de Nantes
Tolerância
Utopia
Utopismo
Resumo em português
O objetivo do presente trabalho é analisar a produção escrita huguenote no exílio no decorrer de um período de aproximadamente trinta anos (1676-1707), época marcada pela revogação do édito de Nantes (1685). Dentre as dezenas de milhares de reformados proscritos da França em virtude das perseguições religiosas ocorridas durante o reinado de Luís XIV, alguns indivíduos publicaram, nomeadamente na Inglaterra e nas Províncias Unidas, escritos de gêneros totalmente distintos, como relações de viagem, cartas pastorais, tratados políticos, teológicos e filosóficos, utopias e projetos coloniais. A finalidade da dissertação é examinar detalhadamente tais escritos, identificando propostas e debates de ordem política, social, econômica e/ou religiosa, que indubitavelmente refletiam as inquietações e expectativas dos huguenotes no referido momento, ou seja, suas diferentes reações diante de uma conjuntura histórica antagônica.
Título em inglês
Utopia and reality in exile: an analysis of Huguenot written production during the "crisis of the European conscience"
Palavras-chave em inglês
Absolutism
Colonial projects
Huguenot
Protestantism
Reformation
Resistance
Revocation of the Edict of Nantes
Tolerance
Travel account
Utopia
Utopianism
Resumo em inglês
The objective of this study is to analyze the Huguenot written production in exile during a period of approximately thirty years (1676-1707), a time marked by the revocation of the Edict of Nantes (1685). Amongst tens of thousands of protestants banned from France because of religious persecution that occurred throughout the reign of Louis XIV, some individuals published, particularly in England and the United Provinces, completely different genres of writings, like travel accounts, pastoral letters, political, theological and philosophical treaties, utopias and colonial projects. The purpose of the dissertation is to examine these writings in detail, identifying proposals and debates on political, social, economic and/or religious order, which undoubtedly reflected the concerns and expectations of the Huguenots in that time, ie, their different reactions under an antagonistic context.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-09-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.