• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2010.tde-18012011-094749
Documento
Autor
Nome completo
Gilmar de Paiva dos Santos Pozo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Dantas, Monica Duarte (Presidente)
Berbel, Marcia Regina
Oliveira, Maria Luiza Ferreira de
Título em português
Imigrantes irlandeses no Rio de Janeiro: cotidiano e revolta no primeiro reinado
Palavras-chave em português
Exército
Irlandeses
Revoltas
Rio de Janeiro
Século XIX
Resumo em português
A necessidade de contornar o problema da falta de contingente no interior do exército brasileiro no momento posterior à emancipação política levou à incorporação de estrangeiros durante o primeiro reinado. Para tanto, o governo imperial arregimentou alemães e irlandeses para servirem como soldados a fim de fortalecer as tropas no conflito que se agravava na região da Cisplatina. Em 1827, quando desembarcaram os primeiros irlandeses no Rio de Janeiro, estes estrangeiros recusaram-se a servir como mercenários, afirmando terem sido contratados como colonos. A demorada resolução desta questão e a tensa relação vivida no cotidiano destes imigrantes, agravando a já grave situação das tropas alemãs aquarteladas na cidade, levaram a diversos conflitos que tiveram seu cume na revolta das tropas em junho de 1828. Esse evento particular permite compreender como o Estado Nacional brasileiro no momento de sua conturbada instauração, passava em seu processo de consolidação administrativa por um momento delicado, pois, ao mesmo tempo em que era necessário garantir a manutenção territorial, era imprescindível definir os requisitos mínimos para a formação da futura nação, e de quem poderia ou não ter o direito de pertencer a ela.
Título em inglês
Irish immigrants in Rio de Janeiro: daily life and rebellion in the first reign
Palavras-chave em inglês
Army
Irish
Nineteenth century
Rebellions
Rio de Janeiro
Resumo em inglês
The need to solve the problem of lack of men in the Brazilian army after the political emancipation led to the incorporation of foreigners during the first reign. Thus, the imperial government regimented Germans and Irish to serve as soldiers in order to strengthen the troops in the conflict that worsened in the region of Cisplatin. In 1827, when the first Irish landed in Rio de Janeiro, these foreigners refused to serve as mercenaries, claiming they had been hired as settlers. The delayed resolution of this issue and the tense relationship of these immigrants in the daily life, exacerbating the already serious situation of German troops stationed in the city, led to several conflicts that eventually lead to the uprising of troops in June 1828. This particular event provides insight into how the Brazilian National State during the disturbing period of formation passed in its process of administrative consolidation by a delicate moment, at same time that was necessary ensure the maintenance of its territory, was essential to define the minimum requirements for the formation of the future nation, and who might or might not have the right to belong to it.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-01-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.