• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2000.tde-15122004-224736
Documento
Autor
Nome completo
Jorge Artur dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2000
Orientador
Banca examinadora
Contier, Arnaldo Daraya (Presidente)
Mota, Carlos Guilherme Santos Seroa da
Rago, Luzia Margareth
Título em português
Os intelectuais e as críticas às práticas esportivas no Brasil (1890-1947)
Palavras-chave em português
anarquismo
autoritarismo
comunismo
educação
educação física
esporte
intelectuais
nacionalismo
racismo
Resumo em português
A difusão do esporte no Brasil encontrou resistências de vários matizes. Este trabalho faz, mediante pesquisa restrita ao período compreendido entre os primórdios da República e o final do Estado Novo, o mapeamento das argumentações de resistência a partir dos seus matizes políticos - anarquismo, comunismo, vários nacionalismos -, médicos - da higiene à eugenia - e pedagógicos - da educação católica à Escola Nova -, levando em conta a conjuntura histórica em que se desenvolviam e a maneira como polemizavam com o discurso aficionado. Demonstra também que muitos argumentos utilizados pelos aficionados foram originalmente criados para combatê-los, que algumas mudanças fundamentais ocorridas no discurso aficionado deveram-se em grande parte a esse debate, à necessidade de rebater a crítica, e que certos argumentos críticos se esgotaram no final do período.
Título em inglês
The intellectuals and the criticism of the sporting practices in Brazil (1890-1947)
Palavras-chave em inglês
anarchism
authoritarianism
communism
education
intellectuals
nationalism
physical education
racism
sport
Resumo em inglês
Several bulwarks of resistance were elevated against the dissemination of sports in Brazil. By means of research restricted to the historical period comprehended between the dawn of the Republic and the fall of the Estado Novo, this dissertation proposes to charter the opposing argumentation according to the existing political colours - anarchism, communism, different sorts of nationalism -, medical ranging - from hygiene to eugenics - , and pedagogical nuances - from catholic education to the New School. It consider the historical scenario in wich the opposing argumentation was developed and how the polemics between criticals and adepts sides were conducted. It also demonstrates that many of arguments to which those upholders resorted were originally created to refute and that some of fundamental changes developed in the upholders discourse resulted to a large extend from this debate, in their need to fight criticism, and that some opposing arguments were debilitated in the end of studied period.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Versao_PDF.pdf (1.13 Mbytes)
Data de Publicação
2005-04-04
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • SANTOS, Jorge Artur dos. Intelectuais brasileiros e Esporte : Meio século de disputas. São Paulo : Clube de Autores, 2010.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.