• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2011.tde-15052012-132224
Documento
Autor
Nome completo
Paulo Ferraz de Camargo Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Pinto Filho, Julio Cesar Pimentel (Presidente)
Barbosa, Carlos Alberto Sampaio
Natali, Marcos Piason
Título em português
As representações temporais na obra de Juan Rulfo
Palavras-chave em português
História da América. Ficção e História. Juan Rulfo. Revolução Mexicana. Literatura hispano-americana
Resumo em português
Na década de 1950, vieram à público duas pequenas obras de um autor até então desconhecido. Em 1953, publicava-se o livro de contos Llano en llamas e, dois anos depois, o romance Pedro Páramo. Bastaria essa diminuta produção literária para consagrar aquele que viria a ser tomado como referência para toda uma geração de escritores latino-americanos. Juan Rulfo seria considerado na cena literária do continente da década seguinte, ainda que com ressalvas, como o grande precursor da geração do chamado boom. Questionando essa suposta paternidade e partindo da análise dessas obras literárias ficcionais, cotejadas com outros clássicos da literatura mexicana que trataram da Revolução Mexicana, pretendeu-se articular a relação entre história e ficção. A abordagem conferida por Rulfo às especificidades de sua historicidade desvelam, ao leitor atento, a história, não aludida diretamente, mas entrevista tanto na estética escolhida pelo autor, como pelos conteúdos narrativos de suas narrações.
Título em inglês
The temporal representation in the work of Juan Rulfo
Palavras-chave em inglês
American history. Fiction and history. Juan Rulfo. Mexican revolution. Hispano-american literature
Resumo em inglês
In the 1950's, two little works by an unknown author till then came to light. In 1953, was published the short story book Llano en llamas and, two years later, the novel Pedro Páramo. It would be enough this small literary production to acclaim that writer, which would become a reference for an entire generation of Latin-American writers. Juan Rulfo was going to be considered in the coming decade literary scene, even though with some reservations, as the great predecessor of the so-called boom generation. Raising questions about this alleged fatherhood and relying on the analysis of these fictional literary works, compared to other Mexican literary classics concerning Mexican Revolution, one intended to articulate the relation between History and fiction. The approach conferred by Rulfo to the specificities belonging to his historicity unveils, to the sharp reader, History itself, not directly alluded, but foreseen as much as by the aesthetic chosen by the author as by the narrative contents of his narrations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-05-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.