• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-14112018-104539
Documento
Autor
Nome completo
Regina Flora Egger Pazzanese
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Eugênio, Marcos Francisco Napolitano de (Presidente)
Araújo, Luciana Sá Leitão Corrêa de
Kaminski, Rosane
Morettin, Eduardo Victorio
Vilardaga, Stella Maris Scatena Franco
Título em português
Fotogramas operários no documentário paulistano: uma análise sobre as representações das classes populares na luta política e sindical brasileira dos anos 1970
Palavras-chave em português
Análise fílmica
Anos 1970 e 1980
Cinema militante
Documentário político
Movimento operário e sindical
Nova esquerda
Resumo em português
A confluência entre eventos do movimento operário e a atuação de cineastas de esquerda nos anos 1970, produziu obras importantes para o documentarismo brasileiro. Dentre elas, o filme Braços Cruzados, Máquinas Paradas (GERVITZ et SEGALL, 1978), uma obra audiovisual de impacto epocal, que narrou a disputa entre três correntes ideológicas e programáticas distintas, a concorrer à presidência do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, em 1978. Ao final daquela década, a política brasileira foi surpreendida por manifestações e greves operárias de grandes proporções. As chamadas Greves das Comissões ocorreram em São Paulo, região que movimentava um dos maiores PIBs do país, em plena transição democrática. Braços Cruzados, Máquinas Paradas é uma obra filmográfica que construiu narrativas sobre este acontecimento e período histórico. Os diretores, Roberto Gervitz e Sérgio Toledo Segall, foram convidados pela Chapa 3, a Oposição Sindical Metalúrgica de São Paulo (OSM-SP), uma das concorrentes ao pleito, para registrar o processo dessa campanha eleitoral. Durante as filmagens ocorreram as grandes greves paulistas, tanto em São Paulo, quanto na região industrial do ABC, acontecimentos que acabaram por permear a construção narrativa e a perspectiva política da obra. Nesta tese, analisamos Braços Cruzados, Máquinas Paradas enquanto registro das atividades da Oposição Sindical. O filme foi lido como uma intervenção política e estética, que construiu uma nova representação sobre a classe operária e popular, o qual nos permitiu mapear o debate, as expectativas e os impasses político-culturais travados no campo das esquerdas nacionais. Ao mesmo tempo, analisamos problemáticas postas na obra que, de certo modo, nutriram a matriz de pensamento de uma nova esquerda emergente no país, que culminou na criação do Partido dos Trabalhadores (PT), fundado dois anos após a realização do filme.
Título em inglês
Worker Frames in documentary: an historical analisys of the representation of the working class in political and union struggles in São Paulo in the 1970s.
Palavras-chave em inglês
1970s and 1980s
Brazilian new left
Militant films
Political documentary
Union and workers strikes
Resumo em inglês
The confluence between worker movement events and the role played by leftist filmmakers in the 1970s, resulted in important Brazilian documentary making. The film, Crossed Arms, Stopped Machines (GERVITZ et SEGALL, 1978), an audiovisual work of epochal impact, narrates the dispute between three ideologies and programs running for the metallurgic union in São Paulo, in 1978. At the end of that decade, Brazilian politics would be overcome with massive protests and worker strikes. The Commission Strikes happened during the democratic transition in São Paulo, the region with one of the highest GDPs in the country. The narrative plot in the film directed by Roberto Gervitz and Sérgio Toledo Segall takes place during this historical event and period. The directors were invited by Chapa 3, which represented the candidacy São Paulos Metallurgic Union Opposition (OSM-SP), to document their electoral campaign. During the shooting, there were big strikes in São Paulo and in the industrial ABC region, and these events shaped the narrative building and the films entire perspective. In this thesis, Crossed Arms, Stopped Machines is analyzed as a report of the activities undertaken by São Paulos Metallurgic Union Opposition. It is analyzed as a political and aesthetic intervention that would come to create a new representation of the working class. It allowed for the mapping of the debate on expectations and political and cultural impasses, at a time the leftists were being redefined. This would all lead to the matrix of an emergent left wing and the subsequent establishment of the Partido dos Trabalhadores (PT- Workers Party) two years after the film was produced.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.