• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2012.tde-13122012-095555
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Bueno Marta
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Cancelli, Elizabeth (Presidente)
Naxara, Marcia Regina Capelari
Purdy, Robert Sean
Título em português
Intelectualidade brasileira em tempos de Guerra Fria: agenda cultural, revistas e engajamento comunista
Palavras-chave em português
Comunismo
Guerra fria
Intelectuais - Brasil
Literatura brasileira
Resumo em português
O presente estudo propõe-se a investigar a agenda cultural dos intelectuais comunistas brasileiros nas décadas de 1940 e 1950, período em que o mundo viveu um rearranjo de forças politicas, econômicas e militares com o início da Guerra Fria. O embate entre as duas potências antagônicas Estados Unidos e União Soviética - também se deu no campo ideológico, mediante intensa propaganda cultural fomentada por ambos os lados, a fim de trazer a intelectualidade e a opinião pública para sua esfera de influência. Buscamos identificar os principais temas e atividades com que se envolveram os intelectuais brasileiros de esquerda neste cenário. Para tanto, o trabalho teve como fonte de pesquisa três revistas culturais comunistas Literatura (Rio de Janeiro), Fundamentos (São Paulo) e Horizonte (Porto Alegre) editadas entre 1946 e 1956, que veicularam discussões relevantes a respeito da literatura e das artes plásticas como armas ideológicas, bem como sobre a participação do escritor e do artista na política e na democratização da cultura. Mereceram especial atenção os congressos promovidos pela Associação Brasileira dos Escritores (ABDE), as atividades do Movimento pela Paz Mundial - mobilização internacional que contou com ampla participação de intelectuais brasileiros - bem como as formulações sobre a estética do realismo socialista no início do século XX na URSS e a sua divulgação no Brasil no pós Guerra, por meio dos debates e interpretações que permearam a agenda cultural comunista brasileira.
Título em inglês
Brazilian intellectuals in Cold War times: cultural agenda, magazines and Communist engagement
Palavras-chave em inglês
Brazilian literature
Cold war
Comunism
Intellectuals - Brazil
Resumo em inglês
This study aims to investigate the cultural agenda of the Brazilian communist intellectuals in the 1940s and 1950s, during which time the world experienced a rearrangement of political, economic and military powers with the onset of the Cold War. The clash between the two antagonistic superpowers - the United States and the Soviet Union - also took place in the ideological field, through intense cultural propaganda fostered by both sides in order to attract the intellectuals and public opinion to their sphere of influence. We seek to identify key issues and activities that engaged Brazilian leftish intellectuals in this scenario. Thereto this work was based in three communist cultural magazines as research sources - Literatura (Rio de Janeiro), Fundamentos (São Paulo) and Horizonte (Porto Alegre) - published between 1946 and 1956. These magazines conveyed meaningful discussions about literature and arts as ideological weapons, as well as on the role of the writer and the artist in politics and in the democratization of culture. Special attention has been dedicated to the conferences sponsored by the Brazilian Association of Writers (Associação Brasileira dos Escritores - ABDE), the activities comprising the Movement for World Peace an international mobilization in which Brazilian intellectuals had a large participation - as well as to the formulations about the aesthetics of socialist realism in the early twentieth century in USSR and its dissemination in Brazil in the postwar era, through the debates and interpretations that have permeated the Brazilian communist cultural agenda.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-12-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.